Unicentro oferta vagas de graduação para refugiados; veja como se inscrever

Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste ) divulgou o edital de seleção para o Programa de Acesso à Educação Superior para Refugiados.

O edital foi lançado pela Diretoria de Programas e Projetos, através da Pró-Reitoria de Ensino da Unicentro (Proen). “A iniciativa visa fornecer acesso à educação superior a refugiados em cursos de graduação presenciais da Unicentro e, dessa forma, permitir que possam dar continuidade a seus estudos e sua formação profissional enquanto estiverem residindo no Brasil”, afirma a professora Maria Lurdes Felsner, diretora de Programas e Projetos da universidade.

Entende-se por refugiado toda a pessoa que obtiver o reconhecimento dessa condição pelo Comitê Nacional para os Refugiados, o Conare. A condição é estendida, também, aos demais membros do grupo familiar que dependam economicamente do refugiado, desde que se encontrem em território nacional.

Maria Lurdes explica que serão destinadas para o programa duas vagas de cada um dos cursos de graduação ofertados nas unidades universitárias de Guarapuava e de Irati, com exceção de Medicina.

INSCRIÇÃO PARA AS VAGAS DE GRADUAÇÃO PARA REFUGIADOS DA UNICENTRO

Para a inscrição, o candidato deve apresentar toda a documentação descrita em edital. “O refugiado com interesse na ocupação de vaga do programa deve fazer a inscrição mediante apresentação da documentação comprobatória de acordo com o prazo e demais orientações definidas no edital. Após a análise da documentação é publicado edital com a relação das inscrições aceitas e indeferidas sem identificação nominal dos candidatos até dia 5 de julho”, detalha Maria Lurdes.

A diretora de Programas e Projetos também destaca que a seleção dos candidatos que tiverem a inscrição aceita será por meio da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “A consulta ao resultado obtido pelo candidato no Enem 2020 é realizada por meio do número do CPF, informado no ato da inscrição”, explica.

Segundo a professora, candidatos inscritos para a mesma opção de curso concorrem a vagas através da média de pontuação obtida em todas as áreas do Enem 2020, prevalecendo a pontuação mais alta.

“Em caso de empate, tem prioridade o candidato que obter a nota mais alta em redação. São eliminados do processo de seleção os candidatos que tenham obtido resultados igual a zero em qualquer uma das áreas do Enem 2020”.

RESULTADO SERÁ PUBLICADO ATÉ O DIA 9 DE JULHO DE 2021

O resultado da seleção – com data, local e horário para a realização da matricula – será publicado até 9 de julho. As inscrições para o Programa de Acesso à Educação Superior para Refugiados seguem abertas 30 de junho e são feitas exclusivamente pela internet, através do Protocolo Online.

Todas as informações estão descritas em edital publicado na página da Proen, no site da Unicentro.

foto: reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enem 2022 será aplicado nos dias 13 e 20 de novembro

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou nesta quinta-feira (20) as datas de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022: 13 e 20 de novembro.

Como anunciado pelo ministro nas redes sociais, uma portaria com a previsão do cronograma de aplicação do Exame foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21).

“A publicação deste cronograma demostra o fortalecimento da governança da autarquia. A atual gestão do Inep busca maior efetividade dos processos de avaliação com transparência e em plena sinergia com MEC”, escreveu RIbeiro.

O Enem de 2021 foi realizado nos dias 21 e 28 de novembro, e os resultados serão divulgados em 11 de fevereiro. Na data, os participantes poderão consultar o boletim com as notas individuais em cada prova.

 

Encerra nesta sexta as inscrições para o concurso do IBGE

O IBGE encerra na próxima sexta-feira (21) as inscrições dos processos seletivos para o total de 206.891 vagas temporárias para o Censo 2022. De acordo com o instituto, se inscreveram até esta segunda-feira (17) mais de 900 mil candidatos.

As vagas são divididas da seguinte forma:

183.021 vagas para a função de Recenseador: remuneração de acordo com a produção; taxa de inscrição de R$ 57,50;
18.420 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor: salário de R$ 1.700; taxa de inscrição de R$ 60,50;
5.450 vagas para a função de Agente Censitário Municipal: salário de R$ 2.100; taxa de inscrição de R$ 60,50.
Para recenseadores são 476.366 inscritos, e para agentes censitários municipal e supervisor são 423.668 candidatos, totalizando 900.034 concorrentes.

O IBGE espera pelo menos 1 milhão de inscritos até o final do período de inscrições.

Clique nos cargos para ver os editais:

Agente censitário municipal e supervisor
Recenseador
Enquanto o recenseador não tem uma remuneração fixa, pois ela vai variar de acordo com a produção, dependendo do número de entrevistas com os moradores, o salário de agente censitário varia de R$ 1.700 a R$ 2.100. Isso pode explicar a grande procura dos inscritos pelo cargo de agente censitário, com quase 18 candidatos por vaga, enquanto para recenseador são 2,6 candidatos por vaga.

Além disso, como o concurso permite que o candidato se inscreva para os dois cargos, porque as provas são realizadas no mesmo dia, mas em períodos diferentes, isso pode reduzir ainda mais a concorrência para recenseador.

O IBGE estendeu o prazo de inscrições em 23 dias para aumentar o número de inscritos.

De acordo com o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros, é comum haver municípios com grande número de inscritos e outros com menor concorrência, mas o IBGE espera que todas as localidades tenham recenseadores aprovados suficientes para trabalhar no Censo 2022.

O candidato deve escolher a localidade no momento da inscrição. Mas, segundo Malheiros, poderá haver remanejamento de aprovados de um município para outro em caso de haver dificuldade de preenchimento de vagas.

E, no caso de haver localidades sem aprovados suficientes, o IBGE poderá abrir processos seletivos regionalizados para atender a esses casos específicos.

As vagas são para quase todos os municípios do país – veja aqui como estão distribuídas as vagas.

As inscrições para todos os cargos podem ser feitas até as 16h de 21 de janeiro no endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21.

As inscrições nos processos seletivos de 2020 e 2021 não são válidas para o novo do Censo 2022. Os interessados deverão fazer nova inscrição e pagar a taxa para participar desse novo processo seletivo – leia abaixo sobre a devolução das taxas das seleções canceladas.

As taxas de inscrição desses processos seletivos são maiores que as da seleção anterior que foi cancelada, cujos valores eram de R$ 25,77 para recenseador e de R$ 39,49 para agente censitário. De acordo com o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros, o Cebraspe, que era a empresa organizadora do concurso anterior, estabeleceu o valor em 2019, o que explica a defasagem nos preços.

O candidato poderá obter informações referentes aos novos concursos por meio do telefone 0800-2834628 ou do e-mail ibgepss21@fgv.br.