Últimas semanas para destinar parte do IRPF para projetos sociais

A GERAR realizará o programa APROVA com os recursos das destinações. Projeto será voltado a jovens com dificuldade de aprendizagem e combaterá evasão escolar

O prazo final para a declaração do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) é dia 31 de maio. Aqueles que fizerem a declaração nas próximas semanas podem destinar um percentual de até 3% para o FIA (Fundo da Infância e Adolescência) Estadual e, assim, contribuir com diversos projetos sociais, como o APROVA, desenvolvido pela GERAR.

Para isso, o contribuinte que acessa o formulário completo de declaração deve selecionar o fundo para o qual prefere direcionar sua doação. Depois disso, é preciso enviar o comprovante para a entidade (leia mais abaixo).

O APROVA será desenvolvido em 9 municípios e pretende atingir mais de 1 mil jovens. O objetivo do projeto é atender alunos entre 14 a 18 anos da rede pública estadual do Paraná que apresentem dificuldade de aprendizagem. Ou ainda que desejem retomar os estudos e finalizar a educação básica, entrar no ensino superior e potencializar seu desenvolvimento pessoal. Dessa forma, será uma maneira de combater, também, a evasão escolar.

“O APROVA resgatará o jovem para a escola e combaterá a defasagem da aprendizagem. Um dos motivos que mais leva os jovens a abandonarem os estudos é a dificuldade em aprender. O APROVA promoverá a revisão de todos os conteúdos, visando a conclusão do Ensino Médio, a preparação para o Enem e para o vestibular”, afirma a Coordenadora de Novos Projetos da GERAR, Elizete Drevinski.

De acordo com Elizete, trata-se de uma chance de o contribuinte saber exatamente para onde o recurso está indo, sem aumentar em nada aquilo que já é necessário recolher. “Pedimos às pessoas que avisem seus contadores sobre a intenção de destinar recursos ao FIA Estadual e marquem no formulário da Receita a doação para o FIA Estadual”.

Metodologia

A metodologia pedagógica implementada pelo APROVA ofertará aulas onde os conteúdos são apresentados com as realidades e cenários da vida que os justificam, identificando os problemas, os desafios e as questões atuais que precisam ser entendidas para além de memorizar fórmulas, datas e nomes de pessoas.

O projeto terá material apostilado, que contêm todo o conteúdo do ensino médio. A metodologia do material é inovadora e foca na conexão entre os problemas vividos pelos estudantes em suas realidades, com os conteúdos teóricos.

O programa será desenvolvido por uma equipe de professores jovens e especializados, com experiência em ensino médio e em lecionar para pré-vestibulares, tornando a vivência do aluno muito mais dinâmica e especial.

Envie o comprovante

Depois de fazer a declaração, escolher o FIA Estadual é fundamental enviar o comprovante para a entidade que você quer destinar. No caso da GERAR, isso pode ser feito através de uma foto encaminhada para o seguinte WhatsApp (41) 99163-8707 ou pelo email elizete@gerar.org.br. Mais informações na página: https://aprovasocial.webflow.io/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil

Convênio entre Itaipu e Visit Iguassu prevê R$ 2,3 milhões em investimentos no turismo

A Itaipu Binacional e o Visit Iguassu firmaram um convênio no valor de R$ 2,3 milhões, no final do ano passado, para a promoção e a divulgação do Destino Iguaçu. A ideia é, por meio dessa parceria de três anos, atrair mais turistas, aumentar o número de permanência desses visitantes no Destino Iguaçu, gerar mais empregos e movimentar toda a economia local.

“O apoio ao turismo, principal segmento econômico da fronteira do Brasil com o Paraguai e a Argentina, faz parte da missão da Itaipu Binacional”, justifica o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira. O plano de trabalho desse convênio vem sendo elaborado desde abril de 2021. Com a pandemia, o turismo foi um dos setores mais prejudicados. A Itaipu e parceiros têm feito uma grande ação conjunta para evitar mais sobressaltos no setor.

Entre as iniciativas previstas no convênio estão a participação em feiras, a captação de eventos e o fortalecimento institucional da Gestão Integrada do Turismo de Foz do Iguaçu, com maior suporte às entidades parceiras, e a criação de uma estrutura de comunicação social para dar visibilidade permanente ao Destino.

Os recursos, por exemplo, serão empregados na melhoria do site do Destino Iguaçu, no impulsionamento de notícias (marketing digital) e na renovação do banco de imagens dos atrativos de Foz, como as Cataratas do Iguaçu e da própria usina de Itaipu, entre outros.

De forma inclusiva e participativa, a proposta é atender os pleitos de todas as instituições representativas da Gestão Integrada. Os investimentos serão usados ao longo de três anos.

“A gestão desses recursos vai seguir um planejamento focado em promover Foz do Iguaçu como destino turístico seguro para lazer, negócios e eventos e, assim, gerar um incremento sustentável do fluxo turístico”, explica o presidente do Visit Iguassu, Felipe Gonzalez.

Ele lembra que desse modo, Foz do Iguaçu terá todas as condições de obter melhor posicionamento entre os demais destinos turísticos nacionais e internacionais. “É mais uma força-tarefa para contribuir com o desenvolvimento socioeconômico da região”, reforça.

Ainda, de acordo com Gonzalez, é preciso muita responsabilidade para fazer a gestão de um recurso como esse. “Não se trata de um montante qualquer. Vale destacar que a parcela voltada captação de eventos não é grande. Ela representa 10% do valor total do convênio para os três anos de execução”.

O presidente ainda agradece a oportunidade e a união entre as entidades. “Todo recurso é muito bem-vindo para complementar as ações já planejadas com os nossos associados”, completou. “Vamos utilizar a estrutura corporativa e nossa expertise para manter os alinhamentos com as demais instituições”.

O Visit Iguassu foi escolhido para o convênio pela experiência. A instituição se compromete a fazer “um trabalho árduo para que a execução desse convênio siga à risca os objetivos pré-estabelecidos dentro de um planejamento que venha a honrar a todo o turismo de Foz”, segundo a presidência da entidade.

A contrapartida das instituições é complementar com recursos financeiros, apoio de equipe ou mesmo estrutura, para a realização das metas estabelecidas no termo de convênio.

Assessoria Itaipu Binacional/ Foto: Rubens Fraulini