Arquivos

Categorias

Temer e Marito autorizam construção de segunda ponte em Foz do Iguaçu

Temer e Marito autorizam construção de segunda ponte em Foz do Iguaçu Os presidentes Michel Temer (Brasil) e Mario Abdo Benítez (Paraguai) assinam nesta sexta-feira (21), a autorização para a construção de duas pontes, entre os dois países, com recursos da Itaipu Binacional. O ato protocolar será no hall de entrada do Edifício da Produção, na área industrial da usina hidrelétrica, onde os dois presidentes farão pronunciamentos.
O presidente Michel Temer e o presidente eleito do Paraguai, Mario Abdo Benítez, durante encontro no Palácio do Planalto.

Os presidentes Michel Temer (Brasil) e Mario Abdo Benítez (Paraguai) assinam nesta sexta-feira (21), a autorização para a construção de duas pontes, entre os dois países, com recursos da Itaipu Binacional. O ato protocolar será no hall de entrada do Edifício da Produção, na área industrial da usina hidrelétrica, onde os dois presidentes farão pronunciamentos.

Estão previstas as presenças de ministros, governadores, prefeitos e outras autoridades dos dois países. O objetivo é facilitar a interconexão viária entre o Brasil e o Paraguai para o desenvolvimento dos dois países em todos seus aspectos e para o aprofundamento da integração regional.

Anúncios

Uma das pontes será construída no Rio Paraná, entre o bairro Porto Meira, em Foz do Iguaçu, e o município paraguaio de Puerto Franco, vizinho a Ciudad del Este, onde está localizada a Ponte Internacional da Amizade. A outra será construída sobre o Rio Paraguai, ligando o município de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, a Carmelo Peralta, no Paraguai.

A construção das pontes com recursos de Itaipu Binacional foi autorizada por parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), assinado no dia 17 de dezembro. Segundo a AGU, “as duas obras fazem parte de acordos internacionais celebrados entre os dois países, mas ainda não foram realizadas em razão de restrições orçamentárias”.

Anúncios

O custo total previsto para essas duas pontes é de US$ 270 milhões, pouco mais de R$ 1 bilhão, investidos ao longo dos próximos dois anos e meio a três anos, prazo também previsto para a conclusão das obras. Pelo que foi acordado entre os dois governos e pela diretoria de Itaipu, a parte paraguaia da usina financiará a construção da ponte no Mato Grosso do Sul e a margem brasileira entrará com recursos para a ponte em Foz do Iguaçu. Agora, os projetos devem ficar a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit). Os procedimentos para a construção devem ser iniciados já a partir do ano que vem.

Para o presidente da Itaipu Binacional, Marcos Stamm, “com a construção das pontes, a usina de Itaipu estará investindo em duas importantes obras de infraestrutura, consideradas fundamentais e estruturantes para os países vizinhos, o que virá facilitar o comércio e a segurança na região de fronteira”. Ele lembra que “Itaipu tem um compromisso histórico com a região, principalmente em relação à área alagada”.

Anúncios