Taxa de transmissão da COVID-19 no Brasil tem pequena queda e fica em 0,91

A taxa de transmissão do coronavírus no Brasil apresentou pequena queda nesta semana, caindo de 0,96 para 0,91, segundo levantamento do Imperial College de Londres.

Os dados significam que de cada 100 pessoas contaminadas, a doença é transmitida para outras 91. Para que a pandemia dê sinais de que está diminuindo, é preciso que o nível fique abaixo de 100.

Apesar da melhora, o patamar ainda é considerado alto e instável sendo necessário períodos mais longos de tempo para uma avaliação mais eficaz. Além disso, dentro da margem de erro calculada pela universidade britânica, o índice brasileiro pode variar de 0,88 a 1,04.

A taxa de transmissão chegou a ficar em valores mais baixos anteriormente, o que não impediu a chegada de uma segunda onda da COVID-19. Especialistas falam inclusive na possibilidade de uma terceira onda do coronavírus no Brasil.

Maiores índices

Segundo o levantamento britânico, os países que registraram a maior taxa de transmissão no mundo foram África do Sul (Rt 1,32), Bahrain (Rt 1,29) e Bolívia (Rt 1,25). Os menores índices foram identificados na Suécia (Rt 0,35), Suíça (Rt 0,42) e Espanha (Rt 0,50).

De acordo com o Imperial College, até a segunda-feira (17) foram contabilizados mais de 162 milhões de casos de COVID-19 e mais de 3,3 milhões de óbitos no mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

O verão começa exatamente às 12h59 desta terça-feira (21) e as regiões turísticas se preparam para a invasão de pessoas. Por mais um ano, paira um misto de insegurança em relação à pandemia e de expectativa para a recuperação da economia. Nas cidades balneárias, o Estado iniciou no último final de semana a Operação Verão Paraná Viva a Vida 2021/2022: no Litoral e nas praias de água doce do rio Paraná e do Lago de Itaipu na Costa Oeste.

Em meio a tudo isso, moradores das proximidades dos locais de lazer se preparam para enfrentar as temíveis caixinhas de música, grande aliada nas festas e arma para a perturbação. No Litoral, a Polícia Militar começou no sábado (18) a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) com foco no combate à perturbação do sossego. No Litoral, já no primeiro dia, houve as primeiras lavraturas de termo circunstanciado.

 

Gabriel Boric é eleito presidente do Chile

Gabriel Boric é eleito presidente do Chile — Foto: AP Photo/Andres Poblete

O candidato de esquerda Gabriel Boric foi eleito presidente do Chile neste domingo (19). Aos 35 anos, será a pessoa mais jovem da história a ocupar o cargo. Ele já foi deputado e líder estudantil.

Numa eleição marcada pela polarização política, Boric venceu o advogado José Antonio Kast, de ultradireita. Kast informou em rede social que telefonou para o rival reconhecendo a derrota e parabenizando-o pela vitória.

Até as 20h10 deste domingo, com 99,85% das urnas apuradas, Boric tinha 55,9% dos votos, contra 44,1% de Kast.

Boric havia ficado em segundo lugar no primeiro turno, com 25,82%. Já Kast teve 27,91%. É a primeira vez desde a redemocratização, três décadas atrás, que um candidato que não venceu o primeiro turno chega à presidência. A posse ocorre em março.