Romanelli destaca trabalho da Uenp na vacinação no Norte Pioneiro


O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) considerou como fundamental e importante o exemplo da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) na vacinação dos moradores do Norte Pioneiro. Romanelli lembra que quase 210 mil pessoas foram imunizadas com a primeira dose da vacina na região. Já com a segunda dose, 67,5 mil pessoas foram vacinadas.

“Desde o início da pandemia, a Uenp tem trabalhado para orientar a população e garantir a segurança necessária para evitar a proliferação do vírus. Com a chegada da vacina, acadêmicos de enfermagem e professores se dividiram para garantir celeridade na aplicação, o que faz com que o número de pessoas já imunizadas seja cada vez mais crescente no Norte Pioneiro”, avalia Romanelli.

O deputado lembra ainda que, no momento, a Uenp está cuidando dos profissionais da Educação do ensino superior. Na semana passada, professores e agentes universitários dos campi de Bandeirantes, Cornélio Procópio e Jacarezinho foram imunizados. Nesta semana é a vez dos servidores terceirizados, residentes técnicos e estagiários vinculados à Central de Estágios da SEAP/PR dos três campi e Reitoria da Universidade.

As doses são aplicadas em Jacarezinho, onde a Uenp montou uma estrutura para essa finalidade, em parceria com a Prefeitura. Os servidores terceirizados, residentes técnicos ou estagiários devem apresentar Declaração de Vínculo com a Universidade para receber a dose do imunizante.

A Reitoria da Uenp lembra que a vacina deve ser aplicada apenas em quem ainda não recebeu nenhuma dose de qualquer uma das vacinas disponíveis contra a covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nota Paraná faz novo milionário no Norte Pioneiro

É de Wenceslau Braz o mais novo milionário paranaense. Um consumidor do Norte Pioneiro foi o primeiro sorteado do ano no programa Nota Paraná e foi contemplado com R$ 1 milhão.

A identidade do morador não foi revelada, mas ele será notificado pela coordenação do programa ainda essa semana e terá o valor depositado nas contas-correntes cadastradas no Nota Paraná.

O segundo maior prêmio, no valor de R$ 200 mil, saiu para um consumidor de Cascavel, no oeste paranaense. O primeiro do Programa Nota Paraná sorteio de 2022 foi transmitido pela página no facebook da Secretaria da Fazenda. Foram sorteados ainda outros 40 prêmios de R$ 10 mil e 40 mil prêmios de R$ 10.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou a importância do programa para aumento da receita do Estado, além de estender o benefício a várias instituições. Foram sorteados 10 prêmios de R$ 20 mil e 20 mil prêmios de R$ 100 para as instituições cadastradas no Programa.

“Ao incluir o CPF na nota fiscal, o consumidor contribui com o aumento da arrecadação de impostos, evita a evasão de divisas, incentiva o comércio local, ajuda instituições beneficentes e ainda por concorrer a prêmios em dinheiro, como aconteceu com o contribuinte de Wenceslau Braz, que é o mais novo milionário paranaense”, reforçou..

Mais prêmios — Além dos prêmios em dinheiro, o Nota Paraná também fez os sorteios do programa Paraná Pay, com a distribuição de créditos para utilização em estabelecimentos turísticos do Estado, com sorteios de 8 mil prêmios de R$ 100, totalizando R$ 800 mil.

O programa também liberou os créditos gerados pelas compras feitas no mês de outubro. No total foram disponibilizados R$ 21,8 milhões divididos entre as atividades econômicas (varejo, atacado e combustível), sendo R$ 19,3 milhões para consumidores com CPF identificado e R$ 2,5 milhões para entidades sociais cadastradas.

Desse total, aproximadamente R$ 10 milhões foram devolvidos aos contribuintes referentes à atividade econômica de varejo dos postos de combustível.

Retomada do crescimento no país passa pela redução das desigualdades, diz Romanelli

 

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse nesta quinta-feira (6) que a retomada econômica do país deve estar ligada à ampliação dos investimentos públicos, à redução das desigualdades e ao aumento da eficiência do Estado.

“O Brasil precisa de um Estado forte e resolutivo, que faça investimentos públicos em obras estruturantes para criar empregos, gerar renda e oportunidades. E, sobretudo, ações urgentes para reduzir as desigualdades sociais”, completa.

Para Romanelli a redução das desigualdades deveria ser o objetivo central do governo federal. “A pandemia piorou uma situação que já era muito ruim e escancarou o despreparo do governo do presidente Jair Bolsonaro”.

Sem rumo – O parlamentar afirma que o processo de retomada deveria ser liderado pelo ministro da Fazenda, Paulo Guedes, que segundo ele, faz uma gestão “temerária, para dizer o mínimo”.

“Estamos entre os piores resultados econômicos dos países do G-20. Creio que nem os mais pessimistas imaginariam uma situação dessas. Temos um enorme potencial em diversas áreas, e isso vem sendo boicotado por quem deveria auxiliar. O país está estagnado e quem está em Brasília parece viver em um mundo paralelo”, disse.

O deputado acrescenta que o país precisa de estabilidade e de tranquilidade para retomar o crescimento. “Infelizmente essa sinalização não vem. É um governo sem rumo, um governo que se diz conservador, mas que não se preocupa com as famílias que mais necessitam da mão forte do Estado”.

Diagnóstico – Romanelli destacou a série de artigos publicados no jornal Folha de S. Paulo dos candidatos a presidente ou seus responsáveis pelas propostas na área econômica. “Há uma concordância, eu diria até um uníssono, que o principal desafio do Brasil na retomada do crescimento passa pela redução da desigualdade que recrudesceu na última década”.

“Tenho posições pessoais absolutamente divergentes com parte dos candidatos e até com parte dos receituários macroeconômicos apresentados, mas os diagnósticos são precisos, uma análise correta da realidade brasileira”, completa Romanelli.