Romanelli afirma que Banco do Agricultor é fundamental para a agricultura familiar e desenvolvimento do Estado

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) participou nesta terça-feira, 27, do lançamento do Banco do Agricultor Paranaense, no Palácio Iguaçu. Ele afirmou que a iniciativa é fundamental para alavancar a agricultura familiar, contribui para elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios e promove avanços socioeconômicos do Paraná.

“O mapa do IDH é mais vermelho onde a agricultura familiar é mais presente”, disse o parlamentar. “É ali que temos que trabalhar mais fortemente. Fazer um esforço coletivo com o Banco do Agricultor para agregar valor à produção da agricultura familiar e promover o desenvolvimento socioeconômico do Estado”, defendeu Romanelli.

Segundo o deputado, o programa lançado pelo governador Ratinho Junior tem potencial para mudar a realidade do campo e acelerar o crescimento do Paraná. “Esse programa trabalha todas as variáveis para atender os agricultores paranaenses. Ele potencializa o que sabemos fazer”, destacou, reforçando a importância do financiamento para a autoprodução de energia e sistemas de irrigação nas propriedades rurais.

JURO ZERO – Segundo o Governo do Estado, o Banco do Agricultor Paranaense vai disponibilizar até R$ 500 milhões para alavancar investimentos no meio rural. A iniciativa banca até 3% da taxa de juros na captação de crédito bancário para investimentos físicos nas propriedades ou cooperativas. “Para algumas linhas, haverá juro zero ao agricultor”, ressalta Romanelli.

De acordo com a lei aprovada pela Assembleia Legislativa, a subvenção está autorizada para cooperativas e associações de produção, comercialização e reciclagem, e a agroindústrias familiares. O benefício atende quem quer investir em sistema de irrigação e captação de água, energias renováveis, agroindustrialização, produção leiteira, piscicultura, plantio de hortifrutigranjeiros, erva-mate e pinhão.

O governador Ratinho Junior afirmou que o Banco do Agricultor é um marco para o agronegócio paranaense e contribuirá para a produção de alimentos de forma sustentável. “O Estado propõe uma política bastante agressiva no sentido de o dinheiro ser barato para o produtor”, completa o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apoio da Força Nacional ajuda a reduzir crimes nas cidades do Oeste

A atuação das forças de segurança estadual e federal reduz crimes na região Oeste do Paraná na atual temporada de verão. Desde dezembro de 2021, a Força Nacional está presente em Foz do Iguaçu, Guaíra, Icaraíma e Alto Paraíso para apoiar e reforçar as ações das polícias Militar e Civil na faixa de fronteira, principalmente contra o crime organizado.

Segundo dados da Secretaria estadual da Segurança Pública (Sesp), divulgados nesta quarta-feira (19), a atuação integrada já ajudou a reduzir furtos gerais (10,8%) e furtos de veículos (12,8%) considerando estes quatro municípios. Os dados abrangem do dia 5 de dezembro a 16 de janeiro, comparados com o mesmo período da temporada do ano anterior.

Nestes 43 dias de operações nos quatro municípios, também houve redução de 76,7% nas ocorrências de tráfico (de 155 para 36) e de 19,2% nas situações de contrabando (de 26 para 21).

“Graças à integração das forças de segurança que atuam na faixa de fronteira, agora com o apoio intenso da Força Nacional, aumentamos a presença policial em pontos importantes, como a Ponte Internacional da Amizade, Ponte Ayrton Sena e em cidades que necessitavam de uma atenção especial”, afirma o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. “Esse trabalho conjunto nos fortalece e demonstra à população que a segurança pública trabalha com dedicação e integração contra a criminalidade”.

PARAGUAI – Os roubos na fila para a entrada ao Paraguai, um dos principais focos de atuação da Secretaria da Segurança Pública, reduziram, mesmo com a atividade de comércio intensa pelas festas de fim de ano.

Isso se deu graças às reuniões de trabalho e um planejamento estratégico montado com todas as forças de segurança para combater o problema. Ao todo, foram cinco ocorrências registradas, sendo a última no dia 18 de dezembro. Natal e Ano Novo não registraram nenhuma situação.

“Houve um decréscimo de furtos e roubos, principalmente nos eixos com maior quantidade de turistas, incluindo o acesso ao Paraguai pela BR-277. Com a Força Nacional nesta rodovia e a atuação ostensiva da PM, conseguimos manter uma presença fixa e inibir ações criminosas na região”, explica o tenente Murilo Mendonça Mendes, do 14º Batalhão da PM.

Foto: SESP/AEN

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil