Arquivos

Categorias

Reni pede ao Estado para reconhecer situação de emergência do Hospital de Foz

claudia e reni

“Ficamos na capital do Estado, nesta sexta-feira (04/12), para tratar de assunto importante, Hospital Municipal Padre Germano Lauck, tema de interesse não só da população de Foz do Iguaçu, mas a de toda a Região Oeste que utiliza os serviços de saúde de Foz do Iguaçu”. Da deputada Claudia Pereira (PSC), comentando em uma rede social, sua agenda de sexta-feira (4), em Curitiba.

Nas primeiras horas da manhã, informa a parlamentar, que acompanhou o prefeito de Foz do Iguaçu Reni Pereira (PSB), em audiêcia com o secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, o Diretor Geral da Secretaria de Saúde, Sizifredo Paz e o diretor do Departamento Jurídico da Secretaria, Carlos.

“O prefeito entregou ao secretário de Saúde o decreto de Situação de Emergência do Hospital Municipal, o qual precisa ser reconhecido pelo Governo do Estado, o que deve acontecer, segundo o Michele Caputo, na segunda-feira (7)”, adiantou a deputada. O reconhecimento, segundo ela, é necessário para que o Estado possa encaminhar, diretamente ao município, sua participação na manutenção do hospital e no custo dos atendimentos da população de Foz e de toda a Região.

O hospital, que foi criado para ser “municipal”, é de fato “regional”, foi por isso que Reni tomou a decisão de decretar a Emergência e chamar o Estado para a corresponsabilidade, tendo em vista que boa parte dos atendimentos são de municípios da região, e não de Foz, sem contar os brasileiros que moram no Paraguai e os estrangeiros que acabam necessitando dos serviços.

“Há de se reconhecer o trabalho e o esforço da gestão municipal que, mesmo com toda a crise, com atraso de quase 4 meses dos royalts e de arcar com a saúde, bem mais do que o índice que a lei determina e que o município poderia suportar, vem buscando meios, e está mantendo, dentro da legalidade, o atendimento de sua população e a de mais oito cidades vizinhas”, destaca Claudia Pereira.

A reunião seguiu com um trabalho conjunto que traçou metas e formas para a Administração Municipal e para o Estado, a fim de manter o hospital funcionando e continuar garantindo o atendimento de quase 1 milhão de pessoas que têm a saúde de Foz como referência, apesar da cidade ter menos de 280 mil habitantes.

Foto: Sandro Nascimento

Política, economia, cultura e bom humor no blog do Paraná.