Ratinho Junior define novos secretários na próxima semana, diz Guto Silva

“Na semana que vem o governador deve anunciar dois ou três secretários. E agora, naturalmente, serão apresentados os demais nomes, pois a equipe de transição começa a ter mais subsídio, informações, para poder acoplar o novo técnico, novo secretário que se apresenta. Então a gente deve ganhar bastante velocidade nos próximos dias com a indicação dos próximos secretários.” – do deputado Guto Silva (PSD), futuro chefe da Casa Civil do governo Ratinho Junior, em entrevista à repórter Cristina Seciuk na Gazeta do Povo.

Guto Silva é o quarto nome anunciado para compor o alto escalão de Ratinho Jr a partir de 1º de janeiro de 2019. Também integram a equipe do futuro governador Luiz Felipe Kraemer Carbonell, indicado para a Segurança Pública e Administração Penitenciária; Renato Feder, definido como secretário da Educação; e Letícia Ferreira da Silva, que assume a Procuradoria-Geral do Estado.

link da entrevista
https://www.gazetadopovo.com.br/politica/parana/ideia-e-projetar-o-pr-com-participacao-da-sociedade-civil-diz-secretario-de-ratinho-52fdobjjblxjthmx81li0agoh/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeito de Quedas do Iguaçu deixa a prisão, mas está proibido de ir a bares

Detido no sábado (22), por ter sido flagrado dirigindo embriagado após bater seu carro em uma moto em Guaratuba, no Litoral do Estado, o prefeito de Quedas do Iguaçu, Élcio Jaime (PSD), passou a noite na Delegacia de Polícia, mas hoje (23) foi libertado após pagar fiança.

O alvará de soltura emitido pela Justiça diz que se trata de liberdade apenas provisória, por hora, e o mais curioso: proíbe o prefeito de frequentar bares, boates e outros estabelecimentos do gênero pelo prazo de um ano. Além disso, diz que ele não poderá se ausentar da região de Quedas do Iguaçu por mais de oito dias consecutivos sem prévia autorização judicial.

Além de embriaguez ao volante, Élcio Jaime é investigado por lesão corporal culposa no trânsito, ameaça e desacato, pois de acordo com a Polícia Civil ele tentou coagir os agentes de trânsito que estiveram no local do acidente.

A Prefeitura de Quedas do Iguaçu, cidade do Sudoeste paranaense com quase 35 mil habitantes e distante pouco mais de 100 km de Cascavel, informou à imprensa que ele está de férias até 6 de fevereiro, e que o ocorrido foi possivelmente uma fatalidade. (Foto: Reprodução Facebook)

Datena permanece no União Brasil e está “a disposição para aquilo que o partido definir”