Ratinho Jr define Fazenda e Planejamento

O governador eleito Ratinho Júnior (PSD) anunciou ontem mais dois nomes que vão compor o primeiro escalão de seu futuro governo: o economista, Renê de Oliveira Garcia Júnior será o secretário de Estado da Fazenda, e o advogado Valdemar Bernardo Jorge vai comandar a Pasta do Planejamento. Com isso, já são nove os integrantes do secretariado definidos por Ratinho Júnior, além de outros nove nomes que vão compor os demais escalões da nova administração.

Garcia Júnior é doutor em economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio de Janeiro. Também é graduado em Administração de Empresas pela Escola Brasileira de Administração Pública e em Economia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Atualmente ele é coordenador de projetos e estudos econômicos na FGV Rio. Além do doutorado, tem mestrado em Economia e especialização em Mercado de Capitais e Estratégias Operacionais pelo Instituto Europeu de Administração de Empresas de Fonteainebleau, na França.

Racionalização – O futuro secretário da Fazenda disse que o seu trabalho será todo orientado para criar mecanismos de racionalização de processos para que os projetos tenham uma avaliação da taxa do retorno e do impacto para a população. “A função básica do estado é prover os serviços essências que a sociedade precisa, como saúde, segurança e educação, e fomentar o desenvolvimento. O governador Ratinho Junior me pediu para criar a gestão mais eficiente possível para que os recursos públicos possam ser direcionados para o benefício direto e imediato da população”, afirmou.

Investimentos – Já o futuro secretário do Planejamento é mestre em Direito Econômico e Social pela PUC-PR. Segundo o governador eleito, uma das prioridades da secretaria que Valdemar está assumindo será potencializar os investimentos do governo em todas as áreas e em todas as regiões e estimular a inovação. “A formação acadêmica do Valdemar foi um dos fatores decisivos na definição de seu nome para uma área que terá como foca a melhoria da gestão pública”.

O novo secretário disse que a orientação do governador foi para que “a secretaria auxilie na mudança do papel do estado para ampliar sua presença com foco na gestão eficiente. Recebi com alegria e também senso de responsabilidade esse convite e missão”.

link matéria
https://www.bemparana.com.br/noticia/ratinho-jr-define-fazenda-e-planejamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem aí o comitê Lula/Ratinho Junior

Conforme antecipado pelo blog, lideranças sociais e partidárias devem aproveitar a isenção do governador Ratinho Júnior na disputa presidencial de 2022 para lançar o comitê Lula/Ratinho Júnior. Na manhã desta terça-feira (25), no Centro Cívico, uma primeira reunião informal reuniu filiados do MDB e PSB. a missão será alavancar o voto conjunto em Lula para presidente e em Ratinho Júnior para governador do Paraná.

A ideia do time é aglutinar, de forma independente, lideranças do PSB, PSD, PV, Rede, PCdoB e de outras legendas que devem fazer parte da coligação de Lula. No caso do MDB, apesar do partido ter lançado a candidatura da senadora Simone Tebet à presidência, no plano estadual sempre esteve próximo de Lula.

O time aposta em boa aceitação já que num passado distante Ratinho e Ratinho pai tiveram boas relações com Lula. Além disso, o ex-presidente está empatado em Curitiba com Bolsonaro e Moro, segundo pesquisa do IRG.

A decisão de Ratinho em manter-se neutro se dá pela profusão de candidatos ao Planalto em partidos aliados do governador. O PL com Bolsonaro e o Podemos e o Podemos com Sérgio Moro são apena dois dos partidos que apoiam Ratinho no plano estadual mas têm projetos nacionais isolados. Além disso, o próprio PSD, a que o governador é filiado, lançou a candidatura de Rodrigo Pacheco, ainda incerta.

Nem Ratinho Jr, nem o PT do Paraná participam das tratativas do “comitê Lula Ratinho”. O PT, inclusive, deve apoiar a candidatura de Roberto Requião ao Palácio Iguaçu.

Prefeito de Quedas do Iguaçu deixa a prisão, mas está proibido de ir a bares

Detido no sábado (22), por ter sido flagrado dirigindo embriagado após bater seu carro em uma moto em Guaratuba, no Litoral do Estado, o prefeito de Quedas do Iguaçu, Élcio Jaime (PSD), passou a noite na Delegacia de Polícia, mas hoje (23) foi libertado após pagar fiança.

O alvará de soltura emitido pela Justiça diz que se trata de liberdade apenas provisória, por hora, e o mais curioso: proíbe o prefeito de frequentar bares, boates e outros estabelecimentos do gênero pelo prazo de um ano. Além disso, diz que ele não poderá se ausentar da região de Quedas do Iguaçu por mais de oito dias consecutivos sem prévia autorização judicial.

Além de embriaguez ao volante, Élcio Jaime é investigado por lesão corporal culposa no trânsito, ameaça e desacato, pois de acordo com a Polícia Civil ele tentou coagir os agentes de trânsito que estiveram no local do acidente.

A Prefeitura de Quedas do Iguaçu, cidade do Sudoeste paranaense com quase 35 mil habitantes e distante pouco mais de 100 km de Cascavel, informou à imprensa que ele está de férias até 6 de fevereiro, e que o ocorrido foi possivelmente uma fatalidade. (Foto: Reprodução Facebook)