Produção de Itaipu em 2018 já está entre as seis melhores registradas

Nesta quarta-feira (19), a usina de Itaipu atingiu a marca de 93,5 milhões de MWh acumulados no ano. A expectativa é fechar 2018 com quinta ou até a quarta melhor posição de todos os tempos da usina.

A usina de Itaipu, binacional do Brasil e Paraguai, produziu um total de 93,5 milhões de megawatts-hora (MWh) neste ano, número atingido nesta quarta-feira (19). Esse volume coloca 2018 entre os seis melhores anos de geração da história da hidrelétrica.

Desde o começo de dezembro, Itaipu segue firme para tentar superar os anos mais históricos e chegar à quinta ou até a quarta melhor marca anual. No acumulado desde 1984, em quase 35 anos de geração, a hidrelétrica já gerou mais de 2,6 bilhões de MWh.

Para atingir a meta de quarto lugar, é necessária uma combinação de fatores, especialmente da demanda. A usina tem plena condições de atender os sistemas elétrico do Brasil e do Paraguai. Atualmente, a situação hídrica não é das mais favoráveis. A capacidade de armazenamento dos reservatórios da região Sudeste/Centro-Oeste, a mais importante do País, está com 26% de armazenamento, enquanto a do Sul está com 61%. No Norte, o nível de estocagem é de 29% e, no Nordeste, 36%.

Apesar de não ser um cenário favorável, a expectativa é de melhoria, uma vez que o período definido como úmido começa em novembro e vai até março de 2019. A produção de energia em 2018 está 820 mil MWh (0,88%) acima da produção do ano passado, comparada com igual período.

Comportamento
Na terça-feira (18), às 15h22, a demanda máxima do Sistema Interligado Nacional brasileiro (SIN) foi de 84.913 MW, valor muito próximo do máximo já alcançado (o maior ocorreu por volta das 15h, em 6 de fevereiro de 2014, com 85,7 mil MW). No mesmo dia, a participação da Itaipu no mercado nacional foi de 11,90%. Já no mercado paraguaio, chegou a 78%.

O nível do reservatório de Itaipu está em 217,34 metros, acima do nível do mar, sem qualquer previsão da usina verter. Em épocas úmidas, o nível levemente rebaixado ajuda a assegurar menor risco de vertimento, chamado de “volume de espera”.

Nos próximos três dias, a previsão de chegada de águas na Itaipu está entre 9,3 e 9,9 mil metros cúbicos. Embora não seja uma vazão excelente, está compatível com a carga menor em épocas natalinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secretaria de Turismo leva marca do Destino Iguaçu para feira de turismo em Madri, na Espanha

Além de estreitar laços com o mercado europeu, a participação no evento visa apresentar Foz como um destino cada vez mais diversificado e preparado

A Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos retomou as ações de promoção internacional do Destino Iguaçu em 2022. A pasta está representando o turismo de Foz do Iguaçu na Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur), na Espanha, que começou no último dia 19 e vai até 23 de janeiro.

O Destino Foz do Iguaçu é coexpositor no estande do Brasil, desenvolvido e organizado pela Embratur. A servidora Célia Andrade é a encarregada de apresentar os atrativos da cidade e destacar como Foz mantém um protocolo seguro contra o coronavírus, com todas as medidas necessárias sendo adotadas.

Outro importante objetivo é retomar e atualizar a rede de contatos, aproximando Foz do Iguaçu dos compradores internacionais de turismo da Europa. A cidade também conta com Eduardo Prinz, representante do Visit, que busca também fortalecer e potencializar as ações da gestão integrada do turismo de Foz do Iguaçu.

Os contatos durante o evento atendem diversas demandas do mercado, principalmente ao de atualizações junto aos DMCs (operadoras) no estande do Brasil, buscando informações e atualização. Um dos exemplos são os procedimentos de fronteira e trânsito de turistas entre Brasil e Argentina, atualização sobre novos atrativos, restaurantes, estrutura, serviços turísticos, documentação e atestados sanitários necessários para a entrada no Brasil, bem como informações gerais a respeito da recuperação do turismo nos dias atuais.

A Fitur abre o calendário anual de feiras de turismo no mundo, com 69 mil m² de exposição, distribuídos em sete pavilhões. A capital espanhola também é a sede da Organização Mundial de Turismo.

Parcerias europeias

Durante os dois primeiros dias de evento, além dos atendimentos do estande, Foz do Iguaçu teve a oportunidade de capacitar agentes de viagem, ao realizar uma apresentação do Destino Iguaçu.

Também pôde estabelecer diálogo com o departamento de marketing da Embaixada do Brasil em Madrid, com a finalidade de oportunizar disseminação de Informações pelos canais oficiais e fortalecer o relacionamento com a Embaixada, para atuar em futuras ações de promoção em parceria.

O secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, conta que a participação de Foz neste evento é essencial para que a cidade se posicione como um destino turístico mundial.

“Mesmo enfrentando uma nova onda de casos de Covid no país, seguimos todos os protocolos sanitários necessários e incentivamos a vacinação em massa. A participação de Foz do Iguaçu na feira em Madrid faz parte de uma avaliação da pasta, para termos um retorno positivo para o turismo da cidade”, ressalta Angeli.

Enem 2022 será aplicado nos dias 13 e 20 de novembro

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou nesta quinta-feira (20) as datas de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022: 13 e 20 de novembro.

Como anunciado pelo ministro nas redes sociais, uma portaria com a previsão do cronograma de aplicação do Exame foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21).

“A publicação deste cronograma demostra o fortalecimento da governança da autarquia. A atual gestão do Inep busca maior efetividade dos processos de avaliação com transparência e em plena sinergia com MEC”, escreveu RIbeiro.

O Enem de 2021 foi realizado nos dias 21 e 28 de novembro, e os resultados serão divulgados em 11 de fevereiro. Na data, os participantes poderão consultar o boletim com as notas individuais em cada prova.