Passeio de bicicleta é a nova modalidade para visitar a usina de Itaipu

O Complexo Turístico Itaipu está lançando mais uma modalidade de passeio – e, dessa vez, sobre duas rodas. Nesse sábado, dia 1º de maio, acontece o primeiro “Itaipu by Bike”, em que grupos de ciclistas poderão percorrer as ciclovias e trilhas no interior da usina, curtindo paisagens incríveis.

Foto: divulgação

Para moradores de Foz do Iguaçu e outros municípios lindeiros, a atividade é gratuita. Basta preencher com antecedência o formulário disponível neste site (clique aqui). Turistas podem se inscrever pelo site www.turismoitaipu.com.br, mediante pagamento do ingresso, de R$ 42. A idade mínima para participar é de 14 anos.

O passeio ocorrerá em dois horários: no por do sol de sábado, às 16h30; e nas manhãs de domingo, às 8h30. O percurso tem 19 km, duração estimada de 1h30 e pedaladas sobre asfalto, terra, pedrisco e mato. Serão quatro paradas para recuperar o fôlego e se admirar as belezas da Itaipu.

Todos os cuidados foram tomados para garantir a segurança e a saúde dos participantes. Cada grupo terá no máximo 30 pessoas, que deverão usar capacete e máscara de proteção durante todo o percurso. Recomenda-se, também, o uso de protetor solar e garrafas d’água para hidratação.

O grupo será acompanhado por um monitor ao longo de todo o trajeto, além de um veículo para prestar assistência e fazer reboque da bicicleta se for necessário. Uma ambulância também estará à disposição, em caso de emergência.

É importante reforçar que o passeio não contempla a bicicleta, ou seja, é necessário que cada um leve a sua própria bicicleta, que deve ser do tipo “mountain bike”.

Novo produto

Além do “Itaipu by bike”, o Complexo Turístico Itaipu continua oferecendo outras opções para turistas e moradores em busca de um passeio diferente. Na Itaipu Panorâmica, é possível conhecer os lugares mais incríveis da usina a bordo de um ônibus de dois andares. As belezas da fauna e da flora são o destaque no passeio Itaipu Refúgio Biológico e, no Ecomuseu, o visitante tem um encontro inesquecível com a história, a ciência e a tecnologia.

Para informações detalhadas de horários e compra de ingressos, visite www.turismoitaipu.com.br.

Lindeiros

Podem fazer o passeio gratuitamente os moradores de Diamante d’Oeste, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Mercedes, Missal, Pato Bragado, Santa Helena, Santa Terezinha de Itaipu, São José das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu e Terra Roxa, no Paraná; Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul; e Ciudad del Este, Hernandarias, Minga Guazú e Presidente Franco, no Paraguai.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Morre Elza Soares, aos 91 anos

Elza Soares morreu hoje, aos 91 anos, de causas naturais. A informação foi anunciada por meio do perfil oficial do Instagram da cantora. “A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo”, diz o texto assinado por Pedro Loureiro, Vanessa Soares, familiares e a equipe da cantora.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15h45 em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz a postagem.

 

Foto: reprodução

 

Itaipu investe R$ 2,7 milhões em melhorias no sistema penitenciário de Foz do Iguaçu

A Itaipu Binacional está investindo R$ 2.667.322,40 em melhorias no complexo penitenciário de Foz do Iguaçu. As obras utilizam parte da mão de obra dos próprios detentos, representando uma fonte de renda além da redução da pena pelos dias de serviço. O trabalho é feito pelas empresas Metrosul e Atlanta sob a coordenação da Divisão de Infraestrutura e Manutenção da Itaipu.

As obras foram iniciadas em outubro de 2021 e a entrega está prevista para abril de 2022. Elas são feitas em quatro unidades penais localizadas no Jardim Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, que, juntas, abrigam cerca de 2.600 apenados. A coordenação é do Departamento Penitenciário (DEPEN), órgão vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Paraná, por meio da Coordenação Regional de Foz do Iguaçu.

O trabalho mais complexo é executado na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (PEF), onde está sendo construída uma muralha de 400 metros de comprimento e seis metros de altura, além de quatro novas guaritas de controle, com oito metros de altura, todas ligadas à muralha. A unidade penal abriga mais de mil pessoas. No total, cerca de 20 detentos trabalham na obra.

Ao lado da PEF, na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu II (PEF II), que também abriga cerca de mil detentos, são feitas melhorias no sistema de segurança com a criação de uma nova central de monitoramento – CFTV, com câmeras e aparelhos televisivos, além do reforço no sistema de alarme.

Na Penitenciária Feminina de Foz do Iguaçu – Unidade de Progressão (PFF-UP), as obras incluem a construção de um novo centro administrativo, além de casa de apoio, enfermaria e reservatório de água. A unidade mantém 220 detentas em regime fechado, em cumprimento de pena. Em torno de oito pessoas trabalham nas obras.

Finalmente, na Cadeia Pública Laudemir Neves, que abriga 400 pessoas – quase em sua totalidade presos provisórios aguardando julgamento pelo Poder Judiciário, a melhoria é a construção de um novo reservatório de água. Em torno de seis apenados trabalham nas obras.

Gdia