Palavra livre

Zé Beto Maciel

com Gustavo Aquino e Francisco Vitelli

Instituto

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) afirma que estuda a criação de um instituto nos moldes do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina. A proposta faz parte do convênio assinado com o prefeito Marcelo Belinati (PP), que tornou as duas cidades irmãs na troca de projetos, programas e ações de gestão. O secretário Leandro Costa (Planejamento e Captação de Recursos) está fazendo o estudo.

Bureau de turismo

Outra sugestão é a criação de bureau de turismo para divulgar os atrativos aos moradores das duas cidades e divulgar os destinos nas regiões de Foz do Iguaçu e Londrina.

Compliance

Um projeto já adotado pela prefeitura de Londrina, segundo o secretário de Governo, Alex Canziani, é a criação de fundo para ações de compliance na gestão pública. A projeto de criação do fundo de Foz do Iguaçu, proposta do secretário José Elias Castro Gomes (Transparência e Governança) já foi enviada à Câmara de Vereadores.

Luísa na ONU

O secretário de Governo de Londrina, Alex Canziani, adiantou que a filha, deputada Luísa Canziani (PSD) vai tomar posse na ONU, em Nova York, como representante da América Latina de parlamentares jovens. Luísa tem 25 anos e em 2018 foi eleita para seu primeiro mandato como a deputada mais jovem do Brasil.

Escola no OP
A Assembleia Legislativa aprovou a doação pelo Estado do imóvel ocupado pela Escola Municipal Júlio Pasa. Com a doação, a prefeitura pretende reconstruir a escola, obra escolhida pelos moradores da região central no Orçamento Participativo. Outras duas escolas estão na lista do OP: João da Costa Viana em construção na região de Três Lagoas e Cândido Portinari, com a licitação no prelo no Jardim Petrópolis.

Moradia legal

O Programa Moradia Legal, do Tribunal de Justiça do Paraná, está em andamento em União da Vitória. Mais de 50 famílias já foram visitadas pela equipe que vai regularizar a situação fundiária de centenas de famílias. “Essa era uma demanda que a gente tinha, de pessoas que não tinham recursos para fazer a legalização de suas casas, e o Morar Legal vem de encontro com essa necessidade, e o melhor, sem custo para o município e para o morador”, afirmou o prefeito Bachir Abbas (PP).

Moradia Legal II

Foz do Iguaçu está recebendo mais uma etapa do programa que vai atender agora as famílias das ocupações dos jardins São Paulo I e II. A superintende do Fozhabita, Eliane Anderle, diz que a previsão é de que mais de 300 imóveis, ocupados há mais de 30 anos, nos dois bairros sejam regularizados. Elaine Anderle diz que a expectativa é de que até o fim do ano em toda a cidade mais de 1000 imóveis sejam regularizados.

Parceria

A Fomento Paraná e o Parque Tecnológico de Itaipu farão convênio para estimular o ecossistema de inovação de Foz do Iguaçu e do Oeste do Paraná. A parceria vai apoiar o desenvolvimento de startups e outros empreendimentos inovadores por meio de linhas de crédito e fundos de investimento aos quais a agência de fomente tenha acesso como agente financeiro, gestor ou cotista.

Turismo religioso

O Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Religioso vau definir o calendário de atividades que devem alavancar o segmento em 2022. O grupo é coordenado pela Paraná Turismo e tem representantes da Fecomércio e da Abav. As ações devem ser discutidas no próximo encontro do GT, no final do ano, em Foz do Iguaçu, durante o Festival Internacional de Turismo das Cataratas, nos dias 1, 2 e 3 de dezembro.

Ocupação

A expectativa da ocupação dos hotéis, dependendo da categoria, para o feriado de 15 de novembro está na casa de 100%, 99%, 84% e 80%. A rede hoteleira de Foz do Iguaçu tem mais de 30 mil leitos distribuídos em 180 hotéis, hostals e pousadas.

Delegado Jacovos

A coluna não citou ontem o Delegado Jacovos, integrante da bancada do PL na Assembleia Legislativa. Foi um lapso.

Formação

UEL, UEM e UEPG completaram 52 anos de existência e já formaram cerca de 210 mil profissionais. Hoje, mais de 50 mil estudantes estão matriculados nas três universidades estaduais, distribuídos em 171 cursos de graduação e outros 326 de especialização, mestrado e doutorado.

Mac Donald

A filiação de Sergio Moro no Podemos fortalece o grupo político do empresário Paulo Mac Donald Ghisi, que comanda o partido em Foz do Iguaçu.

Empate técnico

Pesquisa do Instituto Recieri Garbelini (IRG) mostra empate técnico entre o presidente Jair Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex- juiz federal Sergio Moro (podemos) em Curitiba. Moro vence Lula e Bolsonaro em cenários de segundo turno. Sem Moro na disputa, Lula vence Bolsonaro em cenário de segundo turno. Eis números: Bolsonaro (28%), Lula (26,6%), Moro (25,9%). Em seguida, nenhum (8,3%), Ciro Gomes (PDT), com 8%; não sabe/não respondeu (1,7%); e João Dória (PSDB), com 1,6%.

Segundo turno

Em segundo turno, Lula (40,9%) vence Bolsonaro (39,2%) e nenhum soma 19,4%. Bolsonaro deve se filiar no PL no dia 22 de novembro. Neste mesmo cenário, Moro (52,1% e 51,6%) vence Lula (33,8%) e Bolsonaro (31,3%). Nenhum somou 13,7% e 16, 1%, respectivamente. O instituto entrevistou 800 eleitores de Curitiba entre os dias 4 e 9 de novembro com grau de confiança correspondente a 95% para uma margem estimada de erro de 3,5%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitos pedem alternativas para financiar transporte

A demanda da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) por alternativas ao financiamento do transporte público mobilizou senadores. Nelsinho Trad (PSD-MS) e Alexandre Giordano (MDB) protocolaram projeto de lei para custear a gratuidade dos idosos. De acordo com a proposta, o programa de assistência à mobilidade dos idosos  vai garantir assistência financeira e diminuir o impacto nas tarifas. Estima-se a destinação de R$ 5 bilhões. Os valores por cidade, conforme a FNP já calculou, serão contemplados por meio de emenda ao projeto. Para Foz do Iguaçu, caberá R$ 7,5 milhões.

Picler será Cidadão Benemérito do Paraná

A Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei do deputado Hussein Bakri (PSD) que concede o título de cidadão benemérito do Paraná ao professor Wilson Picler, chanceler da Uninter.  “O professor Picler sempre se concentrou na inclusão de brasileiros na educação em todos os níveis, como uma forma de desenvolvimento social, científico-tecnológico e econômico. Foi também um dos principais apoiadores do programa de bolsas de estudo Prouni e idealizou a estratégia de adesões antecipadas para retomar o programa”, disse Bakri.