Obras em aeroporto, prainhas e ponte internacional: onde Itaipu irá investir no Paraná

Pelos próximos cinco anos, a Itaipu planeja injetar cerca de 250 milhões de dólares em obras “externas”, ou seja, fora dos limites da própria hidrelétrica. O maior investimento deverá ser feito na construção da segunda ponte entre Brasil (Foz do Iguaçu) e Paraguai (Presidente Franco) – obra que ainda será formalmente anunciada pelo presidente Michel Temer até o final deste ano e que pode custar em torno de 70 milhões de dólares. As informações são de Catarina Scortecci na Gazeta do Povo.

Outros investimentos ligados à infraestrutura já foram abraçados pela Itaipu. Entre eles, estão obras de melhorias no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu; elaboração do projeto do Aeroporto Regional, perto de Cascavel; construção do Mercado Público Cobal em Foz do Iguaçu; revitalização de prainhas artificiais, de parques e praças públicas, nos municípios lindeiros.

Investimentos do tipo são feitos desde a década de 1970 pela Itaipu, com foco na responsabilidade social e ambiental, e também pensando no desenvolvimento da área de influência do reservatório da hidrelétrica. A Itaipu já foi responsável, por exemplo, pela construção de conjuntos habitacionais, estradas e vias de acessos, instalações elétricas, obras de navegação, sistema de telecomunicações, saneamento.

Mas a área de influência vem aumentando ao longo dos anos. Inicialmente, a Itaipu atuava em 16 municípios lindeiros, mas, a partir de 2003, ampliou para 29 municípios. Recentemente, em 2017, passou a atuar em mais 26 municípios do Oeste do Paraná, totalizando 55 municípios no total.

Ratinho está de olho em parcerias
Na esteira de uma crise econômica que reduz a capacidade de investimento do governo do Paraná, Ratinho Júnior (PSD) já sinalizou que pretende fortalecer a parceria com a Itaipu. O governador eleito já se reuniu no último dia 30 com o diretor-presidente da hidrelétrica, Marcos Stamm.

Em entrevista à Gazeta do Povo, Ratinho disse que a ideia é criar uma política de desenvolvimento regional em conjunto com o setor produtivo e com a Itaipu. “Nós pedimos inclusive para a Itaipu nos ajudar na elaboração de projetos executivos na área de infraestrutura”, antecipou Ratinho.

Segunda ponte entre Brasil e Paraguai
O governo federal também se uniu à Itaipu para viabilizar a segunda ponte entre Brasil e Paraguai, diante da dificuldade orçamentária do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit), órgão ligado ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

A obra da segunda ponte está nos planos do governo federal desde 2014, mas não teria saído do papel por falta de dinheiro. Agora, em 2018, embora a cúpula da Itaipu já tenha demonstrado interesse em assumir a obra, ainda falta a aprovação formal do investimento por parte da hidrelétrica.

A expectativa do presidente Temer – e também de Cida Borghetti (PP), que deixa o governo do Paraná em dezembro – é dar início à obra ainda em dezembro, como uma espécie de legado das suas gestões.

link matéria
https://www.gazetadopovo.com.br/politica/parana/obras-em-aeroporto-prainhas-e-ponte-internacional-onde-itaipu-ira-investir-no-pr-8325jb8e4o46x9t3ajkolv6jq/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil

Trevo do Charrua deve ganhar viaduto, informou secretário de Planejamento

O secretaria de Planejamento e Captação de Recursos de Foz do Iguaçu, Leandro Costa, informou que no último mês de novembro se reuniu com a equipe da empresa Engemin, responsável pela execução do projeto que pretende resolver o problema de mobilidade no trevo do Charrua, no trecho urbano da BR 277.

Segundo Costa, no local deverá ser construído um viaduto, com projeto doado ao município pelo Fundo Iguaçu, com entrega prevista ainda para este mês de janeiro. A informação foi dada nesta sexta-feira (14) durante o programa Contraponto, da Rádio Cultura.

Rádio Cultura