O número de mortes no trânsito reduziu 62% nos últimos dez anos em Foz do Iguaçu

O município superou a meta da Organização das Nações Unidas (ONU) que criou a “Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020” e previa a redução de 50% no número de mortes neste período. Imagem: reprodução

A iniciativa, lançada em mais de 110 países, tem o objetivo de salvar milhões de vidas por meio de medidas de segurança viária e campanhas de conscientização, como o Maio Amarelo.

De acordo com o levantamento da Comissão do Programa Vida no Trânsito (PVT) e da Câmara Técnica de Trânsito do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), foram 88 óbitos registrados em 2011 e 33 registrados em 2020 em Foz do Iguaçu. As principais vítimas fatais ainda são os motociclistas, seguido dos pedestres, ocupantes de veículos leves e ciclistas.

“Foz do Iguaçu superou a meta da ONU devido ao trabalho organizado e integrado das forças de segurança e vários atores da sociedade. O Gabinete de Gestão Integrada, formado por 21 instituições, atua com a educação, a fiscalização e a infraestrutura, promovendo melhorias nas vias, seja na parte estrutural ou de sinalização”, comentou o secretário executivo do GGIM, Josnei Fagundes.

O grupo se reúne mensalmente para analisar os dados e planejar ações que evitem novos acidentes. “A educação é o ponto forte, através da escolinha de trânsito, de campanhas de conscientização e palestras. A fiscalização integrada com todos os órgãos (Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Guarda Municipal e Foztrans) tem dado muito resultado, e a sociedade como um todo tem feito a parte dela”, disse Fagundes.

Números

Dados da Polícia Militar apontam a redução de 34% no número de acidentes de trânsito no último ano – foram 3.549 registros em 2019 e 2.311 em 2020. De janeiro a abril deste ano, a PM contabilizou 741 acidentes de trânsito. Para o secretário executivo do GGIM, a redução deve-se também às medidas restritivas impostas pela pandemia da Covid-19. “Com menos pessoas nas ruas, é natural que essa redução aconteça, mas nosso objetivo é zerar as mortes no trânsito e continuaremos com este trabalho”, afirmou. Por isso, a campanha Maio Amarelo deste ano prevê uma série de ações educativas com intuito de sensibilizar a comunidade para o tema.

A abertura oficial acontecerá no dia 5, próxima quarta-feira, com uma live às 19 horas na página do Youtube do Programa Vida no Trânsito (clique aqui). Até o final do mês, mais de 40 ações serão realizadas, envolvendo toda a população.

Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades podem receber vacina contra covid na segunda-feira (24)

Agendamento já está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br); doses serão aplicadas em 10 unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde baixou, mais uma vez, a faixa etária do público-alvo da campanha de vacinação infantil contra a covid-19. Na segunda-feira (24) serão vacinadas as crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades.

O agendamento está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br). Também seguem sendo imunizadas as crianças de 5 a 11 anos que possuem comorbidades ou deficiência permanente.

De quarta-feira (20), quando iniciou a vacinação infantil, a sábado (22), 2.158 crianças receberam a primeira dose contra a covid em Foz do Iguaçu.

“Assim como foi com a vacinação dos adultos e também a dos adolescentes, vamos baixando a faixa etária tão logo possível, para que a imunização das crianças também ocorra de forma célere”, ressalta a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônimo.

As doses serão aplicadas nas seguintes unidades de saúde: UBS São João, Sol de Maio, Vila Iolanda, Maracanã, Padre Monti, Profilurb II, Vila C Nova, AKLP, Portal da Foz e Campos do Iguaçu.

Documentação

Os pais devem portar documento pessoal com foto, além de documento (RG, CPF e cartão SUS) ou certidão de nascimento da criança, para comprovar o parentesco, e comprovante de endereço. Crianças que não estiverem com o pai e/ou mãe deverão apresentar autorização por escrito (o modelo está disponível no link https://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/grupos.html?id_publicacao=726)

Para comprovar a comorbidade, os pais poderão levar exames ou laudos médicos que comprovem a condição.

PMFI

Itaipulândia adia ItaVerão e veta acampamentos no Balneário Jacutinga

O município de Itaipulândia elaborou um novo decreto a ser publicado na tarde desta sexta-feira (21), que irá trazer algumas medidas de combate à Covid-19: o adiamento do evento ItaVerão e um veto aos acampamentos no Balneário Jacutinga.

O objetivo é evitar aglomerações neste momento em que os casos de Coronavírus estão com alta contínua e evitar que variantes cheguem ao município.