Michele Caputo destaca trabalho do ‘povo do SUS’ no combate e na vacinação contra a covid

O deputado Michele Caputo (PSDB) cumprimentou nesta segunda-feira, 9, os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à covid-19 e o empenho das equipes de vacinação no avanço na imunização dos paranaenses. “Mesmo com as trapalhadas do Ministério da Saúde, que atrasou em muito o início da vacinação, o povo do SUS está fazendo a sua parte. É como sempre dissemos: tendo vacina, as equipes de saúde dão conta do recado”, disse Michele Caputo que tomou a segunda dose da vacina na quinta-feira, 5.

“É sempre bom lembrar a todos que, mesmo com a segunda dose, os cuidados continuam. Vamos continuar trabalhando também para que a vacinação acelere ainda mais e chegue a todos. Ainda tem muita gente que não tomou nem a primeira dose”, completou.

Michele Caputo destaca a redução de casos da doença e da ocupação das UTI-covid nos hospitais e nas unidades de saúde do Paraná. “Todas as regiões do estado apresentam a redução dos leitos das UTI destinadas ao tratamento da covid. No Norte, por exemplo, ocupação chega a 85%, no litoral em 88$, e a média do estado, em 90%. A média está em 89% nos dois mil leitos disponíveis em todo o estado”.

Linha de frente – “Temos que destacar o trabalho de médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem, recepcionistas, fisioterapeutas, enfim, todos os profissionais de saúde que dobraram os plantões, cargas horárias de trabalho, se distanciaram das próprias famílias, e trataram à todos com devida atenção que merecem”, afirmou Michele Caputo.

O deputado também parabeniza e agradece o trabalho dos profissionais que estão na linha de frente da imunização no Paraná. “Já foram mais de 8,5 milhões de doses aplicadas. Com esse número, alcançamos 73% da população adulta vacinada com ao menos uma aplicação e 28,15% já protegida contra as formas mais graves da doença”.

Em algumas faixas etárias, apontam Michele Caputo, a cobertura vacinal é elevada como entre os idosos, com 99,8% entre 70 e 74 anos; 99,6% dos 75 aos 79 anos; 98,2% entre 65 e 69 anos; 93,2% dos que têm 80 anos ou mais; e 81,2% na faixa dos 60 aos 64 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades podem receber vacina contra covid na segunda-feira (24)

Agendamento já está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br); doses serão aplicadas em 10 unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde baixou, mais uma vez, a faixa etária do público-alvo da campanha de vacinação infantil contra a covid-19. Na segunda-feira (24) serão vacinadas as crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades.

O agendamento está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br). Também seguem sendo imunizadas as crianças de 5 a 11 anos que possuem comorbidades ou deficiência permanente.

De quarta-feira (20), quando iniciou a vacinação infantil, a sábado (22), 2.158 crianças receberam a primeira dose contra a covid em Foz do Iguaçu.

“Assim como foi com a vacinação dos adultos e também a dos adolescentes, vamos baixando a faixa etária tão logo possível, para que a imunização das crianças também ocorra de forma célere”, ressalta a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônimo.

As doses serão aplicadas nas seguintes unidades de saúde: UBS São João, Sol de Maio, Vila Iolanda, Maracanã, Padre Monti, Profilurb II, Vila C Nova, AKLP, Portal da Foz e Campos do Iguaçu.

Documentação

Os pais devem portar documento pessoal com foto, além de documento (RG, CPF e cartão SUS) ou certidão de nascimento da criança, para comprovar o parentesco, e comprovante de endereço. Crianças que não estiverem com o pai e/ou mãe deverão apresentar autorização por escrito (o modelo está disponível no link https://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/grupos.html?id_publicacao=726)

Para comprovar a comorbidade, os pais poderão levar exames ou laudos médicos que comprovem a condição.

PMFI

Itaipulândia adia ItaVerão e veta acampamentos no Balneário Jacutinga

O município de Itaipulândia elaborou um novo decreto a ser publicado na tarde desta sexta-feira (21), que irá trazer algumas medidas de combate à Covid-19: o adiamento do evento ItaVerão e um veto aos acampamentos no Balneário Jacutinga.

O objetivo é evitar aglomerações neste momento em que os casos de Coronavírus estão com alta contínua e evitar que variantes cheguem ao município.