Michele Caputo defende ampliação de políticas públicas para os idosos

O deputado Michele Caputo (PSDB) defendeu nesta terça-feira, 15, Dia Mundial de Conscientização contra à Violência ao Idoso, a consolidação e ampliação das políticas públicas de proteção, principalmente na saúde, que venham garantir a qualidade de vida na terceira idade. “As pessoas estão ganhando em quantidade de vida, mas não em qualidade. Precisamos que os sistemas públicos de saúde se organizem para trabalhar essa nova realidade, esse aumento no ganho quantitativo de vida, mas que precisa ser acompanhado por qualidade”, disse

Michele Caputo lembra de um provérbio de sua preferência citado pelo ex-secretário-geral da ONU, Bank Ki-Moon, numa abertura de congresso das Nações Unidas. “Quando morre um idoso, é como se incendiasse uma biblioteca”. “O idoso não tem idade, ele tem vida”.

“Nós precisamos respeitar os idosos, o que já acontece em muitos países e no Brasil, não. O idoso é um transtorno para as pessoas, os orientais de forma muito especial veneram seus idosos, têm um respeito profundo. Eu quero neste dia mundial fazer esse alerta, as cobranças devidas e reverenciar os idosos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeito de Foz está com covid

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro (PSD), já pode pedir música no Fantástico. Pela terceira vez, agora nesta quinta-feira, 27, Brasileiro testou positivo para Covid. O prefeito começou a sentir os sintomas na tarde desta quarta-feira, 26, e cancelou sua agenda em Curitiba – fez as reuniões por videoconferência. Chico Brasileiro está com sintomas leves, isolado, trabalhando em casa.

Sua mulher, Rosa Jeronymo, secretária municipal de Saúde, também testou positivo para a doença. A secretária está bem, apenas com sintomas leves. Ela segue trabalhando de casa, com reuniões on-line, acompanhando a situação da rede municipal de saúde.

Uenp confirma retorno às aulas presenciais

As aulas presenciais na Uenp serão retomadas regularmente no próximo 7 de fevereiro, seguindo decisão dos conselhos superiores da universidade. A reitoria adiantou que a medida é válida para todos os cursos de graduação e pós-graduação nos três campi: Jacarezinho, Cornélio Procópio e Bandeirantes.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) lembra que é importante a adoção de todas as medidas sanitárias no combate à propagação da pandemia. “Os estudantes de todos os níveis de ensino devem ficar atentos à programação do curso e aos protocolos de biossegurança para evitar a proliferação da variante ômicron, que tem maior poder de transmissão”, alerta.

A reitora Fátima Padoan disse que a Uenp vai desenvolver atividades remotas de orientação pedagógica e sanitária para a comunidade universitária entre os dias 2 e 4 de fevereiro, para que os estudantes se preparem para o retorno presencial.

Em 2021, a Uenp já havia retomado as atividades presenciais dos cursos da área da Saúde, nos campi de Jacarezinho e Bandeirantes. Portanto, para os alunos deste segmento, as aulas presenciais recomeçam regularmente a partir do dia 2 de fevereiro.