Jovens de Foz vão produzir videoclipe e livro em iniciativa da Itaipu e Guarda Mirim

De 2 a 6 de agosto, um grupo de 30 jovens de Foz do Iguaçu, a maioria deles inscrita no Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho (PIIT) da Itaipu, vai participar de uma vivência literária e musical que terá como resultado a gravação de um videoclipe de rap e a produção de um livro. Tudo feito pelos próprios adolescentes, orientados por quem entende a linguagem da juventude.
O projeto APRENdiz POESIA é organizado pela Itaipu Binacional, em parceria com o Grupo de Trabalho (GT) Aprendizagem, que congrega entidades e órgãos envolvidos com a aprendizagem profissional em Foz do Iguaçu e região.
A ação tem o apoio da Guarda Mirim, integrante do GT e que será a sede das atividades. Os encontros ocorrerão em dois turnos (manhã e tarde), entre
segunda (2) e sexta-feira (6). As inscrições estão encerradas. Para garantir o distanciamento social e a segurança sanitária, o grupo foi limitado a 15 jovens por período.
A iniciativa será coordenada pelo rapper Renan Inquérito, que também é escritor, poeta, professor e doutor em Educação. O artista tem parcerias com nomes como Emicida, KL Jay (Racionais), Tulipa Ruiz e Arnaldo Antunes. Desta vez, para o trabalho em Foz, ele contará com o apoio do cantor Pop Black, produtor musical e psicólogo, que também conduzirá a vivência.
“O APRENdiz POESIA promoverá, de uma forma poética e lúdica, uma outra reflexão entre os jovens acerca de seus sonhos e de suas expectativas sobre a aprendizagem profissional”, disse o coordenador do PIIT na Itaipu, Vinícius Ortiz. A ação também faz parte do calendário local da Semana Nacional da Aprendizagem.
“Além promover a inclusão, numa atividade como essa eles estarão interagindo entre si, gerando trocas de conhecimentos por meio da música e da poesia”, destacou o presidente da Guarda Mirim de Foz do Iguaçu, Hélio Cândido do Carmo.

Voz ativa

Neste projeto, os Jovens Aprendizes terão a oportunidade de refletir e compartilhar ideias sobre o futuro, sonhos e objetivos profissionais, discutir a importância da aprendizagem profissional e a caminhada como aprendiz. Para isso, eles terão como ferramentas a poesia, o rap e a literatura. “A arte tem o poder de tornar o jovem visível, tanto para si mesmo quanto para a sociedade”, afirmou Pop Black.
A ideia é inserir os adolescentes em um processo criativo, literário e musical, a partir de atividades dinâmicas que exploram a liberdade de expressão, considerando o universo do próprio jovem e suas visões. A dinâmica será embasada na “Pedagogia Hip-Hop”, na qual os adolescentes assumem o protagonismo de sua história. Neste processo, a oralidade e escrita acessível são celebradas.
“Ao utilizar a arte-educação como aliada pretendemos envolver os jovens de um modo mais afetivo e efetivo, explorando diferentes linguagens e formas de expressão”, explica Renan Inquérito. “Sem contar que a presença desses expoentes do rap nacional certamente irá contribuir muito para o crescimento pessoal e intelectual de nossos jovens”, disse Hélio Cândido.
Ao longo dos cinco encontros, os participantes terão contato com diferentes linguagens artísticas, praticando técnicas de escrita, composição e declamação. “Levo a poesia, a música e a literatura para os adolescentes como quem leva o skate para as olimpíadas”, afirmou Renan Inquérito.
Neste período, os jovens passarão pela experiência de serem escritores, compositores e cantores, e verem suas criações ganharem vida em um livro artesanal, feito por eles, com técnicas de cartonagem e serigrafia. Eles também vão compor e gravar um rap durante as oficinas.
O projeto prevê, ainda, a filmagem de um videoclipe do rap e a produção de um minidocumentário com entrevistas dos adolescentes e profissionais da Rede Proteger de Foz do Iguaçu
“Os adolescentes precisam e querem falar sobre seus sonhos e sobre as expectativas do que é ser um aprendiz e, para isso, nada melhor que inseri-los, através da linguagem poética de Renan Inquérito e Pop Black, num processo criativo, literário e musical, durante cinco encontros imperdíveis”, conclui Ortiz.
Semana Nacional da Aprendizagem
A Semana Nacional da Aprendizagem é celebrada no mês de agosto. Durante todo o mês, diferentes organizações que atuam na profissionalização e inserção do adolescente no mundo do trabalho, na condição de aprendiz, promovem iniciativas diversas para marcar o momento.
Em Foz do Iguaçu, o GT Aprendizagem decidiu realizar um projeto que envolvesse os adolescentes atendidos por essas organizações. A Itaipu Binacional, por meio do Programa PIIT, compõe o grupo de trabalho. Além da contratação dos adolescentes aprendizes, a empresa participa e atua
preponderantemente no apoio institucional e operacional às diversas iniciativas de promoção e garantia de direitos humanos de crianças e adolescentes na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil

Trevo do Charrua deve ganhar viaduto, informou secretário de Planejamento

O secretaria de Planejamento e Captação de Recursos de Foz do Iguaçu, Leandro Costa, informou que no último mês de novembro se reuniu com a equipe da empresa Engemin, responsável pela execução do projeto que pretende resolver o problema de mobilidade no trevo do Charrua, no trecho urbano da BR 277.

Segundo Costa, no local deverá ser construído um viaduto, com projeto doado ao município pelo Fundo Iguaçu, com entrega prevista ainda para este mês de janeiro. A informação foi dada nesta sexta-feira (14) durante o programa Contraponto, da Rádio Cultura.

Rádio Cultura