Foz do Iguaçu prevê chegar a 90 km de ciclovias interligando a cidade até 2024

Seguindo uma tendência mundial, a Prefeitura de Foz do Iguaçu tem apostado na ampliação da malha cicloviária da cidade como forma de melhorar a mobilidade urbana na cidade. Atualmente, há 55 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas e a previsão é que até 2024, a rede cicloviária seja de 90 quilômetros. 

“Cada vez mais, a bicicleta tem deixado de ser apenas uma opção de lazer, e se transformado em um meio de transporte importante, seja para trabalhar ou estudar. Além de incentivar o desenvolvimento de hábitos saudáveis, o uso de bicicletas contribui para a diminuição de veículos no trânsito, bem como traz importantes contribuições ao meio ambiente”, comentou o prefeito Chico Brasileiro.

Nos últimos anos, o Município tem feito grandes investimentos na construção, reformas e adaptações na malha cicloviária. Somente de 2017 a 2021 foram construídos ou recuperados mais de 20 km de trechos em vias para o tráfego exclusivo de bicicletas. 

Recentemente, as ciclovias das avenidas Maria de Brito e Ranieri Mazzilli foram reformadas, e está em andamento a construção de uma ciclovia na Avenida Andradina. Na mesma região, a ciclofaixa da Vila “A” está passando por readequações, especialmente das placas orientativas. 

Também foi readequada a sinalização da ciclovia da Avenida Tarquínio Joslin dos Santos. Em breve, a ciclofaixa da Avenida Jorge Schimmelpfeng também receberá serviços de reparos executados pelo Município. Para isso, o Foztrans já está em contato com a Secretaria Municipal de Obras. 

Já as ciclovias da Avenida General Meira e da Avenida das Cataratas não entram no cronograma de adequações neste momento, porque as vias passaram por uma completa revitalização. 

“Por determinação do prefeito, estamos promovendo uma série de ações para melhorar a sinalização das ciclovias existentes e também para expandir a rede cicloviária de Foz. Além de incentivar a utilização das bicicletas, também estaremos garantindo que os ciclistas possam trafegar com segurança”, destacou o superintendente de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans), Licério Santos. 

Além das obras da Prefeitura, a Itaipu Binacional, através da Diretoria de Coordenação, também está investindo na construção de ciclovias nas avenidas Tancredo Neves e no entorno da área florestal onde passa o Arroio Jupira no bairro Itaipu A. 

A expectativa é que em breve, todas as ciclovias da cidade estejam interligadas, permitindo, por exemplo, um ciclista sair da Vila C e ir até o bairro Porto Meira de forma segura.

Fotos/divulgação

Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades podem receber vacina contra covid na segunda-feira (24)

Agendamento já está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br); doses serão aplicadas em 10 unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde baixou, mais uma vez, a faixa etária do público-alvo da campanha de vacinação infantil contra a covid-19. Na segunda-feira (24) serão vacinadas as crianças de 6 a 11 anos sem comorbidades.

O agendamento está disponível no site da prefeitura (vacinacao.pmfi.pr.gov.br). Também seguem sendo imunizadas as crianças de 5 a 11 anos que possuem comorbidades ou deficiência permanente.

De quarta-feira (20), quando iniciou a vacinação infantil, a sábado (22), 2.158 crianças receberam a primeira dose contra a covid em Foz do Iguaçu.

“Assim como foi com a vacinação dos adultos e também a dos adolescentes, vamos baixando a faixa etária tão logo possível, para que a imunização das crianças também ocorra de forma célere”, ressalta a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônimo.

As doses serão aplicadas nas seguintes unidades de saúde: UBS São João, Sol de Maio, Vila Iolanda, Maracanã, Padre Monti, Profilurb II, Vila C Nova, AKLP, Portal da Foz e Campos do Iguaçu.

Documentação

Os pais devem portar documento pessoal com foto, além de documento (RG, CPF e cartão SUS) ou certidão de nascimento da criança, para comprovar o parentesco, e comprovante de endereço. Crianças que não estiverem com o pai e/ou mãe deverão apresentar autorização por escrito (o modelo está disponível no link https://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/grupos.html?id_publicacao=726)

Para comprovar a comorbidade, os pais poderão levar exames ou laudos médicos que comprovem a condição.

PMFI

Itaipulândia adia ItaVerão e veta acampamentos no Balneário Jacutinga

O município de Itaipulândia elaborou um novo decreto a ser publicado na tarde desta sexta-feira (21), que irá trazer algumas medidas de combate à Covid-19: o adiamento do evento ItaVerão e um veto aos acampamentos no Balneário Jacutinga.

O objetivo é evitar aglomerações neste momento em que os casos de Coronavírus estão com alta contínua e evitar que variantes cheguem ao município.