Foz avança na coleta seletiva com oito novas unidades de recicláveis

A prefeitura está ampliando a cobertura da coleta seletiva em Foz do Iguaçu com a implantação de mais oito unidades de recicláveis nas principais regiões da cidade: Três Bandeiras, Morumbi, Campos do Iguaçu, Vila C, Porto Belo, Três Lagoas, Porto Meira e Jardim América. Duas unidades já estão operando, três aguardam a instalação de equipamentos e outras três estão com as obras adiantadas.

“Os resíduos são coletados pelo caminhão da prefeitura porta a porta nos bairros.  Essas unidades estão sendo equipadas com balanças, prensas, o que facilita o trabalho desses catadores. Esses equipamentos foram adquiridos por meio de uma parceria com o governo do Estado”, disse a coordenadora do Programa de Coleta Seletiva, Rosane Borba.

As unidades construídas no Porto Meira, Três Lagoas, Porto Belo e Jardim América aguardam licitação para a instalação dos equipamentos. 

Todas as unidades terão o mesmo padrão e foram adaptadas para receber os equipamentos e as áreas de triagem. “As unidades não têm o mesmo tamanho, porque algumas foram reformadas e foi preciso trabalhar o espaço dentro do terreno. Todas tiveram área de triagem aumentada, área administrativa, banheiro, refeitório, cozinha”, disse.

Todos ganham
Com as novas unidades reformadas, ampliadas e entregues, segundo Rosane Borba, o programa vai alcançar 100% da cidade e por consequência melhorar a qualidade do trabalho dos catadores e o atendimento aos moradores que podem e devem fazer a destinação correta dos resíduos.

Outra novidade no programa será pelo aplicativo 156 que terá uma opção para acompanhamento das rotas dos caminhões em tempo real, o que vai possibilitar o morador fazer a separação do material na sua casa. “Todo o resíduo coletado volta para a cadeia produtiva, melhora a renda das famílias integradas ao programa, e não passa pelo aterro sanitário”, disse Rosane Borba. 

“Todos ganham: catador, morador, o poder público porque pode investir em outras áreas e ganha o meio ambiente porque deixa de extrair matéria prima da natureza para fazer novos plásticos, novos metais, novos papéis e também porque economiza espaço no aterro sanitário”, completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil

Trevo do Charrua deve ganhar viaduto, informou secretário de Planejamento

O secretaria de Planejamento e Captação de Recursos de Foz do Iguaçu, Leandro Costa, informou que no último mês de novembro se reuniu com a equipe da empresa Engemin, responsável pela execução do projeto que pretende resolver o problema de mobilidade no trevo do Charrua, no trecho urbano da BR 277.

Segundo Costa, no local deverá ser construído um viaduto, com projeto doado ao município pelo Fundo Iguaçu, com entrega prevista ainda para este mês de janeiro. A informação foi dada nesta sexta-feira (14) durante o programa Contraponto, da Rádio Cultura.

Rádio Cultura