Em Foz do Iguaçu, Câmara corta gastos e repassa R$ 4,7 milhões à prefeitura

Com o corte de gastos e o fim das mordomias, a Câmara Municipal de Foz do Iguaçu economizou R$ 4,7 milhões em 2018 e repassou os recursos à prefeitura. O valor economizado será destinado às demandas da saúde, educação e segurança pública. Em dois anos, o legislativo devolveu R$ 8,1 milhões. “Chegamos na Câmara em um momento muito difícil para Foz do Iguaçu e num trabalho coletivo com a nova Legislatura fomos desenvolvendo um trabalho fundamental para a cidade” disse o presidente Rogério Quadros (PTB_.

O prefeito Chico Brasileiro afirmou que a ação da Câmara Municipal vem ajudar muito ao Hospital, a saúde e todo o município de Foz do Iguaçu. “Estão trabalhando com transparência e zelo pelo dinheiro público” declarou o prefeito. Para o vereador João Miranda (PSD), esses resultados mostram que a Câmara Municipal realizou uma política de transparência. “Quem ganha é o povo de Foz do Iguaçu, é isso que temos que ver e assim acreditarmos cada dia mais na política brasileira” acrescentou.

O Vereador Celino Fertrin (PDT) agradeceu a todos os servidores pela dedicação a alcançar essa realização e também expressou suas expectativas para o próximo ano. “Podemos chegar em um número ainda melhor no ano que vem, existe muita coisa que podemos fazer ainda e podemos melhorar ainda mais. Não estamos fazendo favor nenhum, apenas nossas obrigações como legislador e fiscalizador”.

“Foi uma economia bastante significativa, isso realmente vem a propiciar melhorias na nossa sociedade” destacou a presidente do Observatório Social, Leonor Venson de Souza. “Esse trabalho é o que esperamos e gostamos. Dessa maneira a economia funciona, isso gera mais trabalho e mais renda para o município” afirmou o vice-presidente da Acifi, João Batista de Oliveira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cataratas do Iguaçu estão entre os 12 lugares mais lindos do mundo

A empresa de viagens britânica Kuoni classificou os 12 lugares mais lindo do mundo, entre eles, as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. Para a escolha, a empresa se utilizou da ciência.

Por meio de rastreamento ocular e inteligência artificial, a Kuoni classificou os que seriam os locais mais atraentes ao olho humano. No Brasil, a lista foi divulgada pelo portal Melhores Destinos. Segundo a ciência, esse seria o resultado:

1 – Lago Peyto, no Canadá
2 – Ilha Meeru – Maldivas
3 – Costa Jurássica – Inglaterra
4. Parque Nacional Yosemite – Estados Unidos
5 – Lago Tekapo – Nova Zelândia
6 – Cataratas do Niágara – Canadá
7 – Snowdon – País de Gales
8 – Rio Subterrâneo Puerto Princesa – Filipinas
9 – Catedral de Mármore – Chile
10 – Floresta Nacional de El Yunque – Porto Rico
11 – Aurora Boreal – Islândia
12 – Cataratas do Iguaçu – Brasil

Trevo do Charrua deve ganhar viaduto, informou secretário de Planejamento

O secretaria de Planejamento e Captação de Recursos de Foz do Iguaçu, Leandro Costa, informou que no último mês de novembro se reuniu com a equipe da empresa Engemin, responsável pela execução do projeto que pretende resolver o problema de mobilidade no trevo do Charrua, no trecho urbano da BR 277.

Segundo Costa, no local deverá ser construído um viaduto, com projeto doado ao município pelo Fundo Iguaçu, com entrega prevista ainda para este mês de janeiro. A informação foi dada nesta sexta-feira (14) durante o programa Contraponto, da Rádio Cultura.

Rádio Cultura