Em Cambé, entrega reservatório de água e garante recursos para educação

A governadora Cida Borghetti inaugurou nesta sexta-feira (14), em Cambé, no Norte do Paraná, a ampliação do Centro de Reservação Esperança. A obra aumenta em 70% a capacidade do sistema de abastecimento do município, que já fornece água tratada para 100% da população urbana.

Na mesma solenidade, também autorizou a licitação para a construção de uma nova escola e assinou convênio para a coleta seletiva de lixo da cidade. Os investimentos somam cerca de R$ 20 milhões.

“São recursos que vão melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos de Cambé e da região”, disse Cida. “Procuramos atender todas as 399 cidades do Paraná, sem distinção de tamanho. Afinal, o que importa são as pessoas”, acrescentou a governadora, ressaltando que nos últimos oito meses o Estado autorizou mais de R$ 6 bilhões para todos os municípios paranaenses.

Para o prefeito Zé do Carmo, o Governo do Paraná e o município estão caminhando juntos em prol da educação e da saúde dos cidadãos do município. “Já investimentos 62% do que arrecadamos nessas duas importantes áreas. Agora, com o apoio do Estado, vamos melhorar ainda mais o atendimento à população”, afirmou.

RESERVATÓRIO – Com um investimento de R$ 9 milhões, a obra, que consiste em um novo reservatório e duas estações elevatórias, resulta em mais 7,2 milhões de litros de água armazenada para a distribuição. “É um projeto grandioso que visa atender não só Cambé, mas também os municípios ao redor”, disse o gerente regional da Sanepar, Sérgio Ricardo Veroneze.

Veroneze também afirmou que com a ampliação do sistema, a Sanepar já se prepara para levar a água do Rio Tibagi para a cidade vizinha Rolândia. “Isso mostra dedicação da companhia aos serviços prestados à comunidade”, afirmou ele, lembrando que nos últimos quatro anos foram investidos R$ 230 milhões em saneamento só na região.

ESCOLA – A Escola do Café terá 16 salas de aulas para atender estudante do ensino infantil até o médio. O investimento é de R$ 9,8 milhões. A licitação será aberta no dia 27 de dezembro deste ano. “Empenhamos essa obra ainda neste mandato e a empresa vencedora poderá iniciar a construção já no início de janeiro”, disse o diretor-presidente da Fundepar, José Roberto Ruiz.

O prefeito disse que a construção do colégio é uma grande conquista para o município. “É uma obra aguardada há cerca de sete anos pela nossa população”, disse ele.

A governadora também formalizou com a prefeitura de Cambé um convênio para a coleta seletiva de lixo no valor de R$ 287 mil.

MAIS ANÚNCIOS – Na solenidade, Cida também formalizou convênio com a Prefeitura de Centenário do Sul para o repasse de R$ 114 mil para uma escola do município e outro convênio no valor de R$ 89 mil para a construção de um parquinho na cidade de Astorga.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os secretários de Estado da Fazenda, José Luiz Bovo; da Família e Desenvolvimento Social, Nádia Oliveira de Moura, e da Educação, Lúcia Cortez; o gerente geral da Sanepar no Noroeste, Sérgio Bahls; o reitor da Universidade de Londrina, Sérgio de Carvalho; e deputado estadual Tiago Amaral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Investimentos do Estado em conservação de rodovias somam R$ 636,7 milhões em 2021

O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), investiu R$ 636,7 milhões em serviços de conservação nas rodovias estaduais em 2021. São melhorias em pontos críticos do pavimento e no entorno das pistas, aumentando a segurança e o conforto para os condutores e passageiros.

“Este ano nossos condutores encontraram rodovias em boas condições em todas as regiões do Paraná, com frentes de trabalho atuando sem parar, fechando buracos, fazendo recape, e garantindo a sinalização que aumenta a segurança dos usuários” afirma o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex. “Praticamente dobramos o valor investido em conservação este ano, em relação ao início da gestão, quando recebemos rodovias sucateadas e contratos paralisados. Com muito trabalho, conseguimos colocar a casa em ordem”.

Os serviços são realizados por meio de três programas: Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (Cremep), Conservação de Pavimentos (COP) e Conservação de Faixa de Domínio. O Cremep contempla cerca de 4.000 quilômetros de rodovias estaduais, em sua maioria corredores de transporte regionais ou estaduais. Devido ao tráfego elevado e a presença de veículos pesados, elas exigem soluções mais complexas para melhorar o estado do pavimento. Este programa recebeu R$ 218,9 milhões.

O COP contempla cerca de 6.000 quilômetros de rodovias estaduais com menor tráfego e menos veículos pesados. No caso destas rodovias, os serviços são mais corretivos. Para esse programa o montante foi de R$ 336,5 milhões.

Os dois programas empregam serviços semelhantes, mas utilizados de forma específica para as necessidades de cada rodovia. São serviços de remendos superficiais e profundos, fresagem, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem e na sinalização.

FAIXAS DE DOMÍNIO – O programa Conservação de Faixa de Domínio se estende a todas as rodovias estaduais, realizando serviços de conservação na pista e em seus espaços laterais, pertencentes ao patrimônio público. Foram investidos R$ 81,35 milhões para a realização de 24 diferentes serviços em toda a malha rodoviária estadual, como roçada, remoção de resíduos, limpeza, recomposição e desobstrução de sarjeta, limpeza de valetas, limpeza de bueiro, capina, limpeza e pintura de meio-fio, de pintura de pontes e limpeza de pintura de abrigo de ônibus.

SEGURANÇA VIÁRIA – Em 2021 foi lançado o novo Programa de Segurança Viária das Rodovias Estaduais (Proseg Paraná) do DER/PR, que já teve todos os seus lotes licitados e contratados. Trata-se de uma das maiores iniciativas voltadas exclusivamente para a segurança viária no Brasil, prevendo a elaboração de projetos executivos, execução de sinalização horizontal e de sinalização vertical e a instalação de dispositivos de segurança, além da manutenção e reposição no caso de vandalismo, furto ou danos, com um prazo de 36 meses para atender todos os 9.965,43 quilômetros contemplados.

“Vamos investir R$ 412 milhões no Proseg Paraná ao longo dos próximos anos, reduzindo os acidentes nas rodovias estaduais, bem como a gravidade dos acidentes que ainda ocorrerem, preservando vidas”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

REGIÕES – Este ano também foram assinados os contratos de conservação de 307,56 quilômetros de rodovias na região Noroeste, e 193,27 quilômetros na região Oeste, em substituição a contratos antigos que não estavam em andamento, um investimento de R$ 99.903.700,88.

Com o término próximo de alguns contratos do Cremep e COP, o DER/PR também iniciou a licitação de mais serviços de conservação. Na região Central do Estado e no Centro-Sul está em andamento uma licitação em dois lotes que prevê investimento de R$ 55,33 milhões para atender 520,25 quilômetros de rodovias.

E com o encerramento dos pedágios do Anel de Integração, o DER/PR já contratou a conservação das rodovias estaduais antes pedagiadas, até o início do novo programa federal de concessões rodoviárias, um investimento de R$ 93,49 milhões. Também está licitando a contratação de serviços de guinchos para atender as rodovias estaduais e federais que deixaram de ser concedidas, um investimento estimado em R$ 99,73 milhões.

AEN

Foto: José Fernando Ogura/AEN

Com sucesso do PTI, governo destina R$ 180 milhões para parques tecnologicos

Com referência do Parque Tecnológico Itaipu, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações lançou chamada pública para destinar R$ 180 milhões para o desenvolvimento de parques tecnológicos no Brasil. Os recursos sairão do Fundo Nacional para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico — R$ 100 milhões para os que já abrigam cinco ou mais empresas e R$ 80 milhões para projetos em fase de implantação.