Em 2 dias, Cida entrega R$ 6,6 bi em obras de geração de energia

A governadora Cida Borghetti entregou, em dois dias, três obras de geração de energia da Copel que somam R$ 6,6 bilhões em investimentos. O Parque Eólico Cutia/Bento Miguel, no Rio Grande do Norte, a Usina Hidrelétrica Colíder, no Mato Grosso do Sul e a Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, em Capanema, vão gerar ao todo 963 megawatts, energia suficiente para atender 2,7 milhões de pessoas. As informações são de Fábio Campana.

“São investimentos que confirmam a força econômica e a capacidade técnica da Copel. Os profissionais da empresa não mediram esforços para colocar em prática toda a expertise da empresa nestes empreendimentos”, afirmou Cida, acompanhada do presidente da Copel, Jonel Iurk.

A governadora destacou também a importância social dos empreendimentos para as regiões onde foram construídos. “São unidades que vão gerar energia limpa e ainda estimular o desenvolvimento social, com o aumento da arrecadação para os municípios e a geração de empregos e oportunidades”.

EMPREENDIMENTOS – O Parque Eólico de Cutia/Bento Miguel, em São Bento do Norte, entrou em operação em teste na quarta-feira. No mesmo dia, a governadora acompanhou o início da operação em teste da Usina Colíder, no Mato Grosso. Nesta quinta-feira (27), Cida Borghetti participou da cerimônia que marcou a entrega das obras da barragem e o início do enchimento do reservatório da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, em Capanema.

link nota
https://www.fabiocampana.com.br/2018/12/em-2-dias-cida-entrega-r-66-bi-em-obras-de-geracao-de-energia/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com sucesso do PTI, governo destina R$ 180 milhões para parques tecnologicos

Com referência do Parque Tecnológico Itaipu, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações lançou chamada pública para destinar R$ 180 milhões para o desenvolvimento de parques tecnológicos no Brasil. Os recursos sairão do Fundo Nacional para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico — R$ 100 milhões para os que já abrigam cinco ou mais empresas e R$ 80 milhões para projetos em fase de implantação.

TCE e Inpe firmam parceria para monitorar obras

O presidente do TCE, Fábio Camargo, assina na quinta-feira, 9,  em Brasília, com o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), acordo com o Inpe para monitoramento, via satélite, das grandes obras no Paraná, inclusive as que estão paralisadas. O Inpe já testou o projeto em três obras: hospital de Francisco Beltrão, pavimentação da Estrada do Socavão (Castro) e a reforma e ampliação do Aeroporto de Maringá.