Duelo verbal na diplomação no Paraná

A diplomação dos candidatos eleitos em outubro, no Paraná, ontem, na solenidade promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PR), no teatro Positivo, em Curitiba, acabou se tornando um “duelo verbal” entre apoiadores e adversários políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso na Capital paranaense desde abril deste ano, após sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. O deputado estadual reeleito Tadeu Veneri (PT) aproveitou a cerimônia para defender a liberdade de Lula, e foi vaiado por parte da plateia. Já o deputado federal eleito Sargento Fahur (PSD) respondeu gritando: “Lula na cadeia”. As informações são de Ivan Santos no blog Política em Debate no Bem Paraná.

Outros que também aproveitaram o momento para extravasarem foi o deputado federal e deputado estadual eleito com a maior votação, Fernando Francischini (PSL) – que repetiu o gesto do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) imitando uma arma com as mãos. E o deputado federal eleito Boca Aberta (PROS) que apareceu usando uma camiseta do Londrina Esporte Clube e gritou: “Pau nos políticos bandidos de terno”.

link nota
https://www.bemparana.com.br/blog/politicaemdebate/post/duelo-verbal-na-diplomacao-dos-candidatos-no-parana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Datena permanece no União Brasil e está “a disposição para aquilo que o partido definir”

PDT admite que “palanque duplo” com Lula será inevitável

Chefes do PDT presentes na convenção que lançará oficialmente Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República já admitem que a sigla terá vários “palanques duplos”. Ou seja, candidatos que dividirão apoio entre o escolhido pedetista e Lula, o favorito até o momento para as eleições de 2022.

O principal nome da sigla que deverá estar em palanques de Ciro e Lula é o senador Weverton Rocha (MA). Ele deverá ser candidato ao governo do Maranhão e terá permissão da direção da legenda para estar ao lado do candidato do PT.

Leia mais em Metrópoles