Decreto da Prefeitura de Foz prorroga medidas restritivas por mais uma semana

Funcionamento das atividades comerciais segue até 21h e restrição da circulação de pessoas das 22h às 5h. Foto: reprodução

A Prefeitura de Foz do Iguaçu prorrogou as medidas restritivas em vigor para conter a disseminação do coronavírus até a próxima segunda-feira (28). Isso significa que as atividades comerciais podem continuar funcionando até as 21h e que a restrição da circulação de pessoas se mantém das 22h às 5h.

A manutenção das medidas instauradas por meio do último decreto, publicado no dia 16 de junho, se justifica pela estabilização do número de casos de covid-19 em Foz do Iguaçu, embora ainda em um patamar elevado.

Nesta segunda-feira (21) foram registrados 54 novos casos da doença. A média móvel de casos é de 99,57, com uma redução de 2,24% em relação há uma semana, quando estava em 101,86.

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também tem se mantido alta, com 89% dos 125 leitos disponíveis em utilização, sendo que há mais de um mês a UTI do Hospital Municipal Padre Germano Lauck está 100% ocupada. Em relação aos leitos de enfermaria, 67% dos 89 leitos existentes estão ocupados.

“As medidas restritivas que adotamos até o momento fizeram com que não voltássemos àquela situação que enfrentamos em março deste ano, quando chegaram a ser registrados mais de 300 casos em um só dia”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro. “Mas ainda não temos motivos para comemorar, porque o número de casos ainda é alto e a situação das UTIs é muito preocupante. Precisamos do apoio de toda a população, seguindo todos os protocolos e respeitando as medidas em vigor, para que possamos diminuir ainda mais estes índices”, complementou.

Medidas

Conforme o decreto da prefeitura, as atividades comerciais poderão funcionar até 21h. Restaurantes e bares podem receber clientes até as 21h, com encerramento do atendimento às 22h, ficando vedado o consumo de álcool após as 21h. Os shopping centers estão autorizados a funcionar das 10h às 21h.

O serviço de tele-entrega/delivery poderá funcionar 24h, ficando proibida a retirada no balcão, por clientes após às 21h. Também fica proibida a venda de bebidas alcoólicas após as 21h, mesmo que por delivery.

As atividades religiosas de qualquer natureza poderão funcionar, com limitação de até 35% da sua capacidade de público, até as 21h, devendo observar as orientações constantes na Resolução no 40/2021, de 30 de abril de 2021, da Secretaria de Estado da Saúde – SESA, quanto ao distanciamento e demais normativas vigentes a respeito das medidas de prevenção da covid-19.

O Transporte Coletivo Urbano de passageiros operará, de segunda-feira a sábado, com escala normal até as 23h, com limitação de 50% da capacidade do veículo.

As medidas valem também para os finais de semana. Na próxima quarta-feira (23) está marcada a reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 onde é avaliada a situação epidemiológica do Município para a tomada de decisão em relação às medidas restritivas.

PMFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Morre Elza Soares, aos 91 anos

Elza Soares morreu hoje, aos 91 anos, de causas naturais. A informação foi anunciada por meio do perfil oficial do Instagram da cantora. “A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo”, diz o texto assinado por Pedro Loureiro, Vanessa Soares, familiares e a equipe da cantora.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15h45 em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz a postagem.

 

Foto: reprodução

 

Itaipu investe R$ 2,7 milhões em melhorias no sistema penitenciário de Foz do Iguaçu

A Itaipu Binacional está investindo R$ 2.667.322,40 em melhorias no complexo penitenciário de Foz do Iguaçu. As obras utilizam parte da mão de obra dos próprios detentos, representando uma fonte de renda além da redução da pena pelos dias de serviço. O trabalho é feito pelas empresas Metrosul e Atlanta sob a coordenação da Divisão de Infraestrutura e Manutenção da Itaipu.

As obras foram iniciadas em outubro de 2021 e a entrega está prevista para abril de 2022. Elas são feitas em quatro unidades penais localizadas no Jardim Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, que, juntas, abrigam cerca de 2.600 apenados. A coordenação é do Departamento Penitenciário (DEPEN), órgão vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Paraná, por meio da Coordenação Regional de Foz do Iguaçu.

O trabalho mais complexo é executado na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (PEF), onde está sendo construída uma muralha de 400 metros de comprimento e seis metros de altura, além de quatro novas guaritas de controle, com oito metros de altura, todas ligadas à muralha. A unidade penal abriga mais de mil pessoas. No total, cerca de 20 detentos trabalham na obra.

Ao lado da PEF, na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu II (PEF II), que também abriga cerca de mil detentos, são feitas melhorias no sistema de segurança com a criação de uma nova central de monitoramento – CFTV, com câmeras e aparelhos televisivos, além do reforço no sistema de alarme.

Na Penitenciária Feminina de Foz do Iguaçu – Unidade de Progressão (PFF-UP), as obras incluem a construção de um novo centro administrativo, além de casa de apoio, enfermaria e reservatório de água. A unidade mantém 220 detentas em regime fechado, em cumprimento de pena. Em torno de oito pessoas trabalham nas obras.

Finalmente, na Cadeia Pública Laudemir Neves, que abriga 400 pessoas – quase em sua totalidade presos provisórios aguardando julgamento pelo Poder Judiciário, a melhoria é a construção de um novo reservatório de água. Em torno de seis apenados trabalham nas obras.

Gdia