Com 8,5 milhões de doses aplicadas, Paraná chega a 73% dos adultos imunizados

O Paraná ultrapassou a marca das 8,5 milhões de vacinas contra Covid-19 aplicadas no Estado nesta sexta-feira (6). Em cerca de seis meses e meio, foram 8.521.967 doses aplicadas, das quais 6.061.602 primeiras doses, 2.152.959 segundas doses e 307.406 doses únicas.

Atualmente, 73,03% dos paranaenses adultos já iniciaram sua imunização e receberam pelo menos uma dose (D1 ou dose única). São 6.369.008 pessoas já alcançadas pela vacinação. Além disso, 28,21% da população já está completamente imunizada (seja com a segunda dose ou com dose única), somando quase 2,5 milhões de pessoas. São 2.460.365 paranaenses que já finalizaram seu ciclo de imunização.

Dos imunizantes utilizados no período, 49,2% são da Covishield (AstraZeneca/Oxford), 33% da Coronavac (Instituto Butantan/Sinovac), 14,2% da Cominarty (Pfizer/BioNTech) e 3,6% da Janssen (Johnson & Johnson).

Com o avanço da vacinação, o Paraná se aproxima das metas estabelecidas pela Secretaria Estadual de Saúde: chegar a 80% dos adultos vacinados com pelo menos uma dose até o final de agosto, e 100% até setembro.

“Temos um cronograma que aponta para alcançar 100% da população acima de 18 anos no próximo mês, e vamos continuar atingindo nossos objetivos. Mas o cuidado precisa continuar: estamos com a variante delta em transmissão comunitária no Paraná. Temos uma grande necessidade de que todos os paranaenses tomem a primeira dose e lembrem de tomar a segunda dose na data correta. É um esforço coletivo”, afirma Beto Preto, secretário da pasta.

População Geral

Em números absolutos, o Paraná é o quinto estado que mais vacinou no Brasil – atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Quando o recorte é apenas nas doses aplicadas na população geral, a posição sobe para terceiro (atrás de São Paulo e Rio de Janeiro).

No grupo de adultos de 18 a 59 anos, foram 2.877.654 doses aplicadas. Na sequência, entre os grupos prioritários, os que mais receberam vacinas foram as pessoas de 60 a 64 anos (926.091), as de 65 a 69 anos (829.910), os trabalhadores de saúde (804.508) e os idosos de 70 a 74 anos (609.601).

Além disso, as mulheres são maioria entre os vacinados: elas correspondem a 55% de todos os imunizados.

Municípios

Em doses absolutas, os municípios que mais aplicaram vacinas foram Curitiba (1.504.377); Londrina (422.417), Maringá (395.618), Cascavel (243.044), Ponta Grossa (221.463), Foz do Iguaçu (206.137), São José dos Pinhais (184.344), Colombo (154.122), Guarapuava (129.344) e Paranaguá (126.537).

Proporcionalmente à população, o Ranking da Vacinação destaca, entre os municípios que mais aplicaram a primeira dose, Pontal do Paraná (79,74%), Maringá (78,56%), Barra do Jacaré (75,21%), Floresta (74,81%) e Arapongas (74,33%).

Na segunda dose, lideram o ranking Bom Jesus do Sul (34,04%), Pontal do Paraná (33,99%), Kalore (32,73%), Esperança Nova e Santo Antônio do Caiuá (ambos com 31,32%). Já na dose única, os destaques são Porto Vitória (10,1%), Siqueira Campos (9,45%), Itaperuçu (8,82%), Sertanópolis (8,42%) e Imbaú (7,82%).

Mais Doses

O Paraná recebe, nesta sexta-feira, mais 415.790 vacinas contra a Covid-19. O envio da nova remessa foi confirmado pelo Ministério da Saúde na quinta-feira (5). O lote inclui 177.840 doses da Pfizer/BioNTech e 233.800 AstraZeneca (ainda não especificadas entre primeira ou segunda dose), além de 4.150 da Janssen (dose única). Nesta semana, o Paraná já distribuiu 158.670 vacinas para D1 na população em geral acima de 18 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uenp confirma retorno às aulas presenciais

As aulas presenciais na Uenp serão retomadas regularmente no próximo 7 de fevereiro, seguindo decisão dos conselhos superiores da universidade. A reitoria adiantou que a medida é válida para todos os cursos de graduação e pós-graduação nos três campi: Jacarezinho, Cornélio Procópio e Bandeirantes.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) lembra que é importante a adoção de todas as medidas sanitárias no combate à propagação da pandemia. “Os estudantes de todos os níveis de ensino devem ficar atentos à programação do curso e aos protocolos de biossegurança para evitar a proliferação da variante ômicron, que tem maior poder de transmissão”, alerta.

A reitora Fátima Padoan disse que a Uenp vai desenvolver atividades remotas de orientação pedagógica e sanitária para a comunidade universitária entre os dias 2 e 4 de fevereiro, para que os estudantes se preparem para o retorno presencial.

Em 2021, a Uenp já havia retomado as atividades presenciais dos cursos da área da Saúde, nos campi de Jacarezinho e Bandeirantes. Portanto, para os alunos deste segmento, as aulas presenciais recomeçam regularmente a partir do dia 2 de fevereiro.

Zé Boni pode ser o candidato de Bolsonaro ao senado no Paraná

José Maria Boni, 43 anos, é natural de Loanda (PR). Foi eleito vereador mais jovem do Brasil em Santa Cruz de Monte Castelo, no noroeste do Paraná, aos 18 anos, em 1996. Exerceu quatro mandatos consecutivos na Câmara da cidade. No governo do Paraná, atuou na Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) durante seis anos e na Casa Civil. O último cargo público que ocupou foi na Corregedoria da Assembleia Legislativa.