Cida elogia transição: transparente, harmoniosa e colaborativa

A governadora Cida Borghetti elogiou nesta sexta-feira (29) o processo de transição e os trabalhos das equipes técnicas das duas gestões, lideradas por Dilceu Sperafico e Reinold Stephanes. Segundo Cida, a transição iniciou ainda em 19 de novembro com total transparência e lisura. “Desde então foram realizadas diversas reuniões entre as áreas técnicas com a troca de informações e dados. Tudo transcorreu com muita lisura e transparência”, disse. “Há muitos anos o Paraná não tinha uma transição tão colaborativa e harmoniosa”, acrescentou.

A governadora lembrou que as duas equipes articularam o envio e a aprovação de matérias na Assembleia Legislativa. “O projeto de lei que trata das PPP´s, por exemplo, foi inteiramente redigido pela equipe do governador Ratinho Jr e enviado pela nossa gestão para apreciação e aprovação pelos deputados estaduais”.

A governadora colocou também à disposição da equipe do governado eleito, Ratinho Jr, as estruturas físicas da vice-governadoria, do gabinete no Chapéu Pensador além de salas nas secretarias. “Abrimos as portas do Palácio Iguaçu e das secretarias. A orientação que dei para a nossa equipe é que nada fique sem resposta, porque tudo o que fizemos está absolutamente correto”, salienta.

“Tenho uma boa relação com o governador eleitor. Fomos deputados estaduais na mesma legislatura, nos elegemos para a Câmara dos Deputados e fomos companheiros de governo. Estarei na torcida para que faça uma gestão que atenda o anseio dos paranaenses”, acrescenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Auxílio-alimentação

Profissionais das Polícias Civil, Militar, Penal e Científica, além do Corpo de Bombeiros e os agentes socioeducativos vão receber, a partir do ano que vem, o auxílio-alimentação no valor de R$ 600 mensais. A lei que instituiu o benefício foi sancionada pelo governador Ratinho Junior.

Só falta aceitar

O governador Ratinho Junior (PSD), em entrevista a uma rádio de Curitiba, disse que pretende manter o vice-governador Darci Piana na chapa de reeleição ao Palácio Iguaçu. “Só falta ele aceitar o convite”, brincou.