Cida autoriza licitação para quatro novas cadeias públicas que abrirão mais 3 mil vagas no Paraná

A governadora Cida Borghetti autorizou nesta quinta-feira (20) a licitação para construção de quatro novas cadeias públicas nas cidades de Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Guaíra e Londrina. Serão criadas cerca de 3 mil vagas no sistema prisional do Estado. São unidades de entrada no sistema, cada uma com 752 vagas. O investimento previsto para as obras é de R$ 84 milhões. Os recursos fazem parte do montante liberado pelo governo federal que foram recuperados pelo Estado em maio, deste ano.

“São recursos expressivos que o Paraná estava perdendo. Logo que assumi o Governo do Estado criei a Secretaria de Administração Penitenciária e dei a missão de resgatar os processos. Com diálogo e muito trabalho hoje podemos concretizar o atendimento a essa demanda, tão aguardada”, afirmou a governadora.

Cida destacou que a autorização de licitação é resultado da força tarefa das equipes das secretarias de Administração Penitenciária e da Segurança Pública, da Procuradoria-Geral do Estado e da Paraná Edificações. A previsão de entrega das obras é de um ano e meio. “São as maiores obras do sistema prisional do Estado”, declarou o presidente da Paraná Edificações, Fernando Camargo.

PENITENCIÁRIAS – O secretário de Administração Penitenciária, coronel Hélio de Oliveira Manoel, afirmou que há projeção de criação de outras 3 mil vagas com as obras que já estão em andamento. Foram retomadas as obras de construção da penitenciária estadual de Foz do Iguaçu e de Campo Mourão, que já está em fase final. Também estão em andamento as obras de construção da penitenciária de Piraquara e a ampliação de Piraquara II.

“Com estas unidades, somadas às quatro novas autorizadas pela governadora, vamos criar seis mil vagas efetivas no sistema prisional do Paraná”, disse o secretário. No total, o programa abrange 14 obras de construção, reforma e ampliação de unidades prisionais, que abrirão mais de sete mil vagas no sistema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com sucesso do PTI, governo destina R$ 180 milhões para parques tecnologicos

Com referência do Parque Tecnológico Itaipu, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações lançou chamada pública para destinar R$ 180 milhões para o desenvolvimento de parques tecnológicos no Brasil. Os recursos sairão do Fundo Nacional para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico — R$ 100 milhões para os que já abrigam cinco ou mais empresas e R$ 80 milhões para projetos em fase de implantação.

TCE e Inpe firmam parceria para monitorar obras

O presidente do TCE, Fábio Camargo, assina na quinta-feira, 9,  em Brasília, com o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), acordo com o Inpe para monitoramento, via satélite, das grandes obras no Paraná, inclusive as que estão paralisadas. O Inpe já testou o projeto em três obras: hospital de Francisco Beltrão, pavimentação da Estrada do Socavão (Castro) e a reforma e ampliação do Aeroporto de Maringá.