BRDE repassa R$ 1 milhão a projetos sociais, culturais e esportivos

O BRDE encerrou nesta quarta-feira (26) o processo de seleção de projetos apoiados por meio das leis de incentivos fiscais no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com o repasse de recursos a entidades e instituições contempladas em 2018.

Foram selecionados no Paraná 40 projetos, entre 239 inscritos, no valor aproximado de R$ 1 milhão. São 24 pela Lei Rouanet, quatro pela Lei de Incentivo ao Esporte, três pelo Fundo da Criança e Adolescência, quatro pelo Fundo Municipal do Idoso e cinco pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica.

O BRDE apoia projetos sociais, culturais e esportivos com base na apuração do imposto a pagar, como parte da política de responsabilidade socioambiental da instituição. “São projetos que ajudam a mudar a realidade de milhares de crianças, jovens e adultos, proporcionando maior acesso a serviços de saúde, ao esporte e à cultura”, afirma o presidente do BRDE, Orlando Pessuti.

CELEBRAÇÃO – Para marcar o encerramento do processo de seleção de projetos, entidades assistenciais, esportivas e culturais, hospitais e Apaes contemplados em 2018 foram recebidos na Agência Paraná do BRDE, em Curitiba, para uma grande confraternização. A celebração teve como ponto alto a entrega de cheques simbólicos com o valor do apoio ao projeto selecionado.

O diretor de Operações Guilherme Fumagalli Guerra abriu a celebração, destacando as instituições apoiadas pelo BRDE. “Cada projeto aqui representado tem grande importância no desenvolvimento social não só do nosso Estado, mas do Brasil todo”.

Participaram instituições e entidades de diversas cidades do Paraná, como Ibiporã, Londrina, Ipiranga e Francisco Beltrão, além de municípios da Região Metropolitana de Curitiba. “Saímos de Ibiporã às 4 horas da manhã para chegarmos a tempo”, contou Leila Assis, da Escola de Dança da Associação de Pais, Mestres e Amigos do Ballet da Fundação Cultural de Ibiporã.

“Nosso projeto tem o objetivo de levar cultura a crianças que não têm acesso a espetáculos, oficinais e outras ações culturais. E isso tudo está acontecendo porque recebemos recursos dos incentivos fiscais”, disse o jornalista Francisco Rocha, representante do Guritiba, projeto aprovado pela Lei Rouanet, que chegará a sua 10ª edição em 2019.

CONTEMPLADOS – Entre as entidades e instituições contempladas neste ano estão a Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, a Liga Paranaense de Combate ao Câncer, o Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo, de Campina da Lagoa, o Pequeno Cotolengo do Paraná, a Associação Beneficente das Senhoras de Entre Rios e a APAE de Ipiranga.

Também foram beneficiadas a Associação Paranaense de Cultura, a Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas de Curitiba, a Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia, o Hospital do Câncer de Londrina, a Associação Norte Paranaense de Combate ao Câncer e a Fundação de Estudos das Doenças do Fígado Koutoulas-Ribeiro.

Entre os apoiados via Lei de Incentivo ao Esporte, está o projeto Esgrima em Cadeira de Rodas Rumo a Excelência-Ano III, da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná, que mantém a maior equipe de atletas da modalidade no país. Pela Lei Rouanet, foram apoiados projetos que envolvem orquestras, grupos de cordas, escolas de balé e de teatro, literaturas e fanfarras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PDT admite que “palanque duplo” com Lula será inevitável

Chefes do PDT presentes na convenção que lançará oficialmente Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República já admitem que a sigla terá vários “palanques duplos”. Ou seja, candidatos que dividirão apoio entre o escolhido pedetista e Lula, o favorito até o momento para as eleições de 2022.

O principal nome da sigla que deverá estar em palanques de Ciro e Lula é o senador Weverton Rocha (MA). Ele deverá ser candidato ao governo do Maranhão e terá permissão da direção da legenda para estar ao lado do candidato do PT.

Leia mais em Metrópoles

Secretaria de Turismo leva marca do Destino Iguaçu para feira de turismo em Madri, na Espanha

Além de estreitar laços com o mercado europeu, a participação no evento visa apresentar Foz como um destino cada vez mais diversificado e preparado

A Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos retomou as ações de promoção internacional do Destino Iguaçu em 2022. A pasta está representando o turismo de Foz do Iguaçu na Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur), na Espanha, que começou no último dia 19 e vai até 23 de janeiro.

O Destino Foz do Iguaçu é coexpositor no estande do Brasil, desenvolvido e organizado pela Embratur. A servidora Célia Andrade é a encarregada de apresentar os atrativos da cidade e destacar como Foz mantém um protocolo seguro contra o coronavírus, com todas as medidas necessárias sendo adotadas.

Outro importante objetivo é retomar e atualizar a rede de contatos, aproximando Foz do Iguaçu dos compradores internacionais de turismo da Europa. A cidade também conta com Eduardo Prinz, representante do Visit, que busca também fortalecer e potencializar as ações da gestão integrada do turismo de Foz do Iguaçu.

Os contatos durante o evento atendem diversas demandas do mercado, principalmente ao de atualizações junto aos DMCs (operadoras) no estande do Brasil, buscando informações e atualização. Um dos exemplos são os procedimentos de fronteira e trânsito de turistas entre Brasil e Argentina, atualização sobre novos atrativos, restaurantes, estrutura, serviços turísticos, documentação e atestados sanitários necessários para a entrada no Brasil, bem como informações gerais a respeito da recuperação do turismo nos dias atuais.

A Fitur abre o calendário anual de feiras de turismo no mundo, com 69 mil m² de exposição, distribuídos em sete pavilhões. A capital espanhola também é a sede da Organização Mundial de Turismo.

Parcerias europeias

Durante os dois primeiros dias de evento, além dos atendimentos do estande, Foz do Iguaçu teve a oportunidade de capacitar agentes de viagem, ao realizar uma apresentação do Destino Iguaçu.

Também pôde estabelecer diálogo com o departamento de marketing da Embaixada do Brasil em Madrid, com a finalidade de oportunizar disseminação de Informações pelos canais oficiais e fortalecer o relacionamento com a Embaixada, para atuar em futuras ações de promoção em parceria.

O secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, conta que a participação de Foz neste evento é essencial para que a cidade se posicione como um destino turístico mundial.

“Mesmo enfrentando uma nova onda de casos de Covid no país, seguimos todos os protocolos sanitários necessários e incentivamos a vacinação em massa. A participação de Foz do Iguaçu na feira em Madrid faz parte de uma avaliação da pasta, para termos um retorno positivo para o turismo da cidade”, ressalta Angeli.