Arquivos

Categorias

Coluna Boca Maldita desta segunda, 12

gestor-publico

Gestor Público
O Plenário da Assembleia Legislativa será palco, a partir das 18h desta segunda (12), da entrega do IV Prêmio Gestor Público do Paraná (PGP-PR). A iniciativa é do presidente, deputado Ademar Traiano (PSDB). O premio, promovido pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual (SINDAFEP), busca valorizar e reconhecer as ações inovadoras e criativas das administrações públicas municipais e que podem servir de exemplo e inspiração para as demais prefeituras. Em 2016, 56 prefeituras participaram, além de um consórcio composto por mais 12 municípios. Ao todo, foram 123 trabalhos inscritos.

Rejeição …
… nas alturas. Em meio à tempestade política que assola o país, a popularidade do presidente Michel Temer (PMDB) despencou desde julho, acompanhada da queda na confiança na economia a níveis pré-impeachment. De acordo com pesquisa Datafolha divulgada ontem (11), 51% dos brasileiros consideram a gestão do peemedebista ruim ou péssima, ante 31%, em julho.

Sem Odebrecht
O levantamento, de 7 a 8 de dezembro, não refletiu a avalanche de denúncias envolvendo Temer e integrantes de seu governo e do PMDB, anota a Folha de S.Paulo. Aqueles que veem o governo do presidente como regular reduziram-se a 34%. No levantamento anterior, durante a interinidade do peemedebista, eram 42%.

No topo
A saúde voltou a ser o principal problema do país para a população, depois de um ano em que a corrupção ocupou o topo do ranking. Segundo o Datafolha, 33% consideram a assistência médica a grande falha do país e 16%, desvios de recursos públicos. A última vez que a saúde havia figurado numericamente como maior preocupação dos brasileiros foi em junho de 2015.

Imprevisível
Aliás, as delações premiadas de empreiteiras como Odebrecht e Andrade Gutierrez oferecem a certeza, segundo fontes ligadas às investigações, que hoje é totalmente inútil tentar imaginar cenários eleitorais em 2018, porque todos os personagens podem estar na cadeia. Ou inelegíveis.

Imprevisível II
As revelações têm sido consideradas “devastadoras”, como de Cláudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht em Brasília, implicando políticos de alto coturno, como Temer, Renan Calheiros, Romero Jucá, Eliseu Padilha, todos do PMDB.

Ordem do Pinheiro
O governador Beto Richa se reuniu sexta (9), em São Paulo, com o governador Geraldo Alckmin. Ele convidou o colega tucano para receber a Ordem Estadual do Pinheiro, honraria entregue pelo Governo do Paraná para aqueles que se destacam em suas áreas e contribuem para o desenvolvimento do Brasil.

Enfim, o Belinati
Após 18 anos decorridos da fraude em quatro das centenas de licitações irregulares na terceira administração do ex-prefeito Antonio Belinati (PP), entre 1997 e 2000, o dinheiro desviado, que atualizado chega a R$ 6 milhões, começa a ser cobrado do responsáveis pelo dano. De acordo com a Folha de Londrina, são eles os ex-secretários Agajan Der Bedrossian (Saúde) e José Righi de Oliveira (Obras/Pavilon) e o ex-coordenador de comunicação José Carlos Arruda.

Em Curitiba
Já está em Curitiba o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB). Ele chegou na tarde de sábado (10) e foi levado direto para uma cela da Polícia Federal, berço da Operação Lava Jato. Preso na Operação Calicute – um dos desdobramentos da Lava Jato –, sob suspeita de recebimento de mesadas milionárias de empreiteiras, Cabral estava no Complexo Penitenciário de Bangu 8, na zona Oeste do Rio.

Política, economia, cultura e bom humor no blog do Paraná.