Arquivos

Categorias

Quem são os 5 candidatos a governador do Paraná até agora

Até o momento, 5 politicos declararam ser candidatos a governador do Paraná nas eleições de 2022
Até o momento, 5 politicos declararam ser candidatos a governador do Paraná nas eleições de 2022

Até o momento, 5 nomes declararam a disposição de disputar o cargo de governador do Paraná nas eleições de 2 de outubro. O principal deles é o governador Ratinho Júnior (PSD), que vai tentar a reeleição. Os nomes oficiais devem ser definidos apenas nas convenções partidárias, que devem ser realizadas entre 20 de julho e 5 de agosto.

Segundo a última pesquisa sobre intenções de voto para governador do Paraná, divulgada pelo instituto Dataveritas em dezembro, Ratinho pode ser reeleito no 1º turno. No principal cenário, Ratinho Junior tem 48,7%; seguido de Roberto Requião (sem partido), com 21%; Flávio Arns (Podemos), 9%; Silvio Barros (PP), 3,4%; e candidato do Psol (1,4%). Nenhum tem 11,7%, e não sabe/não respondeu, 4,8%. Nesse caso, os adversários do governador somam 34,8%.

Anúncios

Num segundo cenário com Cesar Silvestri (Podemos) no lugar de Flávio Arns, os números são mais favoráveis ao governador: Ratinho Junior (51%), Requião (22,3%), Silvio Barros (3,7%0, Cesar Silvestri (2%) e candidato do Psol (1,5%). Nenhum somou 13,7%, e nenhum/sabe, 5,8%. Mas desde então, novos candidatos surgiram.

Ratinho Júnior (PSD)

Atual governador, Ratinho Júnior deve ser candidato pelo seu atual partido, o PSD, ou pelo PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Atual governador, Ratinho Júnior deve ser candidato pelo seu atual partido, o PSD, ou pelo PL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Tem a seu favor o fato de contar com a maior aliança de partidos da eleição e também o maior tempo de televisão, mas enfrente desgaste junto ao funcionalismo, que vem aumentando a onda de protestos em eventos públicos.

Anúncios

Roberto Requião (Sem partido)

Ex-overnador do Paraná por três mandatos, Requião deve ser novamente candidato em 2022.

Ex-governador por três mandatos, Requião deve ser novamente candidato em 2022. Atualmente está sem partido, mas deve escolher se filiar ao PT, PSB ou PDT. Além de governador do Paraná, Requião já foi deputado estadual, prefeito de Curitiba e senador por dois mandatos. Ele saiu do MDB após quase 40 anos no partido. Deve apoiar Lula para a presidência.

César Silvestri Filho (PSDB)

César Silvestri Filho é o nome do PSDB para a disputa a governador do Paraná

César Silvestri Filho é o nome do PSDB para a disputa. Ele já foi deputado estadual e, até 2020, era prefeito da cidade de Guarapuava, a 9ª maior cidade paranaense. Assim como seu candidato a presidência João Dória, Silvestri tenta ser uma terceira via, neste caso entre Requião e Ratinho Júnior, a quem Silvestri vem criticando firmemente a gestão.

Anúncios

Alvaro Dias (Podemos)

Alvaro Dias deu sinais de que pode concorrer ao governo do Paraná caso a aliança com Ratinho Júnior não seja alcançada.

Alvaro Dias já foi governador do Paraná entre 1986 e 1990 e está há 36 anos no Senado Federal. Embora prefira concorrer à reeleição para senador, Dias deu sinais de que pode concorrer ao governo do Paraná caso a aliança com Ratinho Júnior não seja alcançada. Isso garantiria um palanque ao ex-juíz Sergio Moro em sua terra natal.

Filipe Barros (União Brasil)

Outro político que declarou ser pré-candidato ao governo é deputado federal Filipe Barros.

Outro político que declarou ser pré-candidato é deputado federal Filipe Barros. Ex-vereador de Londrina, ele é conhecido pelos posicionamentos de extrema-direita e alinhamento inconteste ao presidente Jair Bolsonaro. Ele deve ser o candidato de Jair Bolsonaro a governador do Paraná caso Ratinho Júnior não assuma a candidatura do presidente no estado. Filipe tem criticado o governador em entrevistas.

Anúncios

Requião se filia no PT no início de março

Informa Israel Reintein, em seu blog no HojePR, que está quase tudo pacificado para a entrada do ex-governador Roberto Requião no PT. O anúncio pode ser feito no início de março, pós carnaval. O candidato Lula aplainou as últimas resistências e abriu às portas para que ex-governador traga antigos aliados à legenda. O deputado estadual Requião Filho também foi convidado, no entanto, ainda discute a possibilidade de ir ao PSB.

No PT, informa Reinstein, uma das avaliações é que o governador Ratinho Junior terá uma eleição difícil. Como disse uma liderança do partido, Ratinho Junior é favorito, mas não imbatível. Na visão da esquerda, há pontos de desgastes dentro da administração Ratinho. O caso do funcionalismo, que protesta por mais reajuste, é citado como exemplo.

Anúncios

São públicos os convites de nomes como a presidente nacional Gleisi Hoffmann e o estadual Arilson Chiorato. Isso levou Requião a se encontrar com Lula no quartel general do PT em São Paulo. Mais recentemente, participou das festividades de 42 anos do partido em Curitiba.

Enquanto não se filia, segue em pré-campanha. Requião já agendou as caravanas no interior. Em março: Irati (dia 18), Apucarana (24) e Toledo (31). Abril: Cascavel (1º), Pato Branco (8) e Guaíra (29). Em maio: Ivaiporã (dia 5), Campo Mourão (6), Pinhais (13), Umuarama (19) e Cianorte (20).

Anúncios
Janela partidária: quem são os novos filiados do PP do Paraná Quem são os candidatos ao governo do Paraná em 2022