Arquivos

Categorias

Telegram deve firmar parceria com o TSE para combate as fake news

Após ordem de bloquei do app no Brasil, o Telegram deve firmar parceria com o TSE ao combate das fake news

Com 7 medidas anunciadas, o Telegram deve firmar parceria com o TSE para o combate as fake news durante o período eleitoral

Telegram disse ao STF (Supremo Tribunal Federal) que pode firmar uma parceria com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para combater a disseminação de noticias falsas. Aplicativos como WhatsApp, Instagram e Twitter já colaboram com a Corte eleitoral.

Leia também

O aplicativo informou a adoção de 7 medidas contra a disseminação de fake news. O conteúdo dos 100 canais brasileiros mais populares no aplicativo, por exemplo, será revisado diariamente. A colaboração com o TSE faz parte de uma das iniciativas.

Anúncios

O TSE tem memorandos com diversas plataformas digitais. Neles, os aplicativos dizem o que podem fazer para combater a disseminação de notícias falsas. Também escutam observações da Corte e, em seguida, formalizam ou não a parceria.

“Formamos um plano potencial para ações futuras, como permitir que usuários denunciem postagens específicas como falsas (a capacidade de denunciar canais inteiros já está implementada em nossos aplicativos) e juntar o memorando existente ao Tribunal Superior Eleitoral”, disse o Telegram ao indicar que vai colaborar com o TSE.

Anúncios

As medidas de combate às fake news foram anunciadas depois de o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinar o bloqueio do Telegram no Brasil. A ordem de suspensão é de 5ª feira (17.mar). A decisão foi revogada pelo próprio ministro neste domingo (20.mar) depois que o Telegram cumpriu uma série de determinações do Supremo.

Uma das ordens de Moraes era a de que o Telegram informasse quais providências estão sendo adotadas para combater a desinformação.

Anúncios