Arquivos

Categorias

Edson Campagnolo, ex-presidente da Fiep, pode ser vice de Requião

O ex-senador Roberto Requião (PT) recebeu em sua casa o ex-presidente da Federação das Industrias do Paraná, Edson Campagnolo.
O ex-senador Roberto Requião (PT) recebeu em sua casa o ex-presidente da Federação das Industrias do Paraná, Edson Campagnolo. (Foto: Eduardo Matysiak/Twitter Requião)

A divulgação do encontro abriu especulações sobre uma possível indicação de Edson Campagnolo à vice-governador ou ao Senado na chapa de Requião.

O ex-senador Roberto Requião (PT) e o ex-presidente da Fiep, Edson Campagnolo, se encontraram ontem (23), na casa do ex-senador. O encontro, divulgado nas redes de Requião, abriu especulações sobre a possível indicação de Campagnolo na vice ou ao Senado na chapa de Requião.

Desde 2014, Campagnolo ensaia sua entrada na política. Em outros momentos já foi cogitado como candidato a vice-governador, incluindo de Gleisi Hoffmann em 2014 e de Ratinho Júnior em 2018. Seu perfil é bem visto no empresariado e pode agregar parte do eleitorado de centro e do interior à candidatura de Requião.

Anúncios

Requião e Edson Campagnolo são amigos de longa data. Para alguns, o movimento de uma chapa Requião/Campagnolo é o mesmo que o ex-presidente Lula (PT) faz ao articular o nome de Geraldo Alckmin (PSB) para ser seu candidato a vice-presidente.

Requião candidato

Requião se filiou na última sexta-feira ao PT para concorrer ao governo do Paraná. O ex-senador trabalha para forma ruma frente de centro-esquerda no estado que envolveria ainda o PDT, PV, PCdoB, Rede e, ainda sem confirmação, o PSB.

Anúncios

As vagas de vice-governador e ao Senado na chapa ainda devem ser ponto de discussão entre os partidos aliados de Requião. Mas despontam os nomes de Carol Dartora, Ângelo Vanhoni, do PT, Goura, do PDT, e Paulo Salamuni, do PV.

Leia também