Arquivos

Categorias

Recinto das Onças do Refúgio Bela Vista de Itaipu passará por renovação

Recinto das Onças do Refúgio Bela Vista de Itaipu passará por renovação O Recinto das Onças-Pintadas do Refúgio Bela Vista da Itaipu (RBV) ficará fechado para visitação turística nos próximos meses, para uma reforma estrutural. A renovação, mais do que estética, tem como objetivo a melhoria do bem-estar e condicionamento dos animais, além de garantir a segurança destes e dos trabalhadores. A previsão é que as obras fiquem prontas até maio.

O Recinto das Onças-Pintadas do Refúgio Bela Vista da Itaipu (RBV) ficará fechado para visitação turística nos próximos meses, para uma reforma estrutural. A renovação, mais do que estética, tem como objetivo a melhoria do bem-estar e condicionamento dos animais, além de garantir a segurança destes e dos trabalhadores. A previsão é que as obras fiquem prontas até maio.

Atualmente, três onças-pintadas fazem parte do plantel do RBV: Valente, Nena e Cacau. Mesmo benéfica, a reestruturação traz estresse para os animais, que, durante os trabalhos, serão realocados para outros recintos, em espaços do Refúgio não abertos à visitação. Após a conclusão das reformas, no novo espaço, as onças terão melhor qualidade de vida e será possível dar continuidade ao projeto de reprodução.

Anúncios

A reforma será principalmente na parte operacional do Recinto, acessada somente pelos tratadores, veterinários e biólogos da equipe. Serão renovadas as áreas de maternidade, cambiamento (onde é feita a “troca” de animais de um recinto para outro) e outros espaços utilizados para atendimentos aos animais. O ponto de parada turístico também será reformado e todo o local ganhará nova pintura.

Por questões técnicas e operacionais, durante esse período, as onças não estão sendo colocadas juntas. “Não manter o casal junto neste momento reforça o compromisso da equipe técnica de Itaipu, prezando pelo bem-estar dos animais e pela segurança da espécie”, explica Liziane Kadine Antunes de Moraes Pires, gerente da Divisão de Áreas Protegidas da Itaipu, responsável pelo RBV.

Anúncios

Mudanças

Além das onças, os visitantes sentirão falta, por algum tempo, das araras do Recinto de Imersão – onde turistas podem entrar para admirar de perto várias espécies de aves. Em período de acasalamento, as aves ficam com comportamento menos dócil e, por isso, foram realocadas para um espaço mais seguro, tanto para elas próprias quanto para os trabalhadores e visitantes. No total, foram retiradas cinco aves, sendo duas araras e três papagaios, que poderão voltar em breve a ocupar o local.

Anúncios

Outro recinto que terá mudanças será o do quati. O animal do Refúgio, com mais de 20 anos de idade, está em tratamento e, enquanto isso, seu espaço será ocupado pelo cachorro-do-mato.

O lobo-guará, que ainda não tem recinto aberto à visitação turística, vai ganhar um espaço próximo ao recinto das harpias. Durante as obras, parte do acesso às aves será bloqueado, mas os turistas poderão admirá-las pela lateral e pelos fundos do local ocupado por elas. Com 534m² de área plana e altura de centro de 10 metros, o chamado “recinto voadeira” permite que as nove aves que o habitam façam voos mais longos em seu interior.

Anúncios

Turismo

O passeio Itaipu Refúgio Biológico é realizado de quarta-feira a segunda-feira com quatro saídas diárias – 9h30, 10h30, 14h30 e 15h30. Os veículos partem do Centro de Recepção de Visitantes da Itaipu, ao lado da Barreira de Controle da Usina. O passeio custa R$ 35 e pode ser agendado pelo site www.turismoitaipu.com.br.

Anúncios

Sobre o Refúgio Biológico

O Refúgio Biológico Bela Vista está inserido em uma área de 1.780,9 hectares, na margem brasileira de Itaipu. O espaço reúne hoje uma grande diversidade de espécies da flora e da fauna regional, muitas delas ameaçadas de extinção, e tornou-se um posto avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (título concedido pela Unesco) por reunir pesquisa, conservação e educação.

Anúncios

Com informações de CabezaNews