Arquivos

Categorias

PSD realizará ‘mega filiação’ nesta sexta-feira

Com pelo menos sete deputados estaduais e um federal, PSD realizará uma cerimônia de filiação

Com pelo menos sete deputados estaduais e um federal, PSD realizará uma cerimônia de filiação

O PSD – partido do governador e pré-candidato à reeleição Ratinho Júnior – faz na próxima sexta-feira (25), em Curitiba, uma cerimônia para marcar a filiação de pelo menos sete deputados estaduais e um federal ao partido.

A lista inclui o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, e Paulo Litro, ambos do PSDB, e toda a bancada do PSB na Casa: Artagão Júnior, Jonas Guimarães, Luiz Cláudio Romanelli e Tiago Amaral, além de Gugu Bueno, do PL. A migração inclui ainda o deputado federal Luiz Nishimori, também do PL e ocorre poucos dias antes do final da chamada “janela” para mudança de partido sem o risco de perda de mandato, que termina no próximo dia 1º de abril.

Anúncios

Leia também

Com a filiação, o PSD de Ratinho Junior passa de sete para 13 cadeiras no Legislativo estadual. Traiano e Litro decidiram deixar o PSDB depois que o partido lançou a pré-candidatura do ex-prefeito de Guarapuava, César Silvestri Filho, ao governo estadual.

Aliados do atual governador, eles migram para a legenda de Ratinho para apoiar a sua reeleição. Já os deputados do PSB estão deixando o partido em razão da aliança da legenda com o PT do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No último sábado, o PT filiou o ex-governador Roberto Requião como pré-candidato ao Palácio Iguaçu. E o PSB deve fazer parte da aliança que apoiará Requião para o governo do Estado, por isso, a debandada dos deputados em direção à sigla do atual governador.

Anúncios

Inicialmente, os parlamentares pessebistas vinham negociando a filiação ao PP do deputado federal e líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros. Na semana passada, porém, eles mudaram de ideia após receber um convite pessoal de Ratinho Junior.

Desde o início da “janela” em 1º de março, nove parlamentares paranaenses já mudaram de legenda. Desses, seis são deputados federais e três estaduais. A maioria migrou para siglas da área de influência de Ratinho Jr e do presidente Jair Bolsonaro (PL)

Anúncios

Dança das cadeiras

No último dia 12, o PP realizou a filiação de quatro deputados federais e dois estaduais. A lista incluiu os deputados estaduais Guto Silva (ex-PSD) e Tião Medeiros (ex-PSDB); e os federais Christiane Yared (ex-PL), Evandro Roman (ex-Patriota) e Pedro Lupion (ex-DEM). Silva disputa a indicação de candidato de Ratinho Jr ao Senado, mas o governador tem um pré-acordo para apoiar a reeleição do senador Alvaro Dias (Podemos). Os demais parlamentares disputam a reeleição para a Assembleia Legislativa e Câmara.

Já o PSD de Ratinho Jr filiou as deputadas federais Leandre (ex-PV) e Luíza Canziani (ex-PTB). A legenda do governador ensaia lançar a pré-candidatura do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, hoje no PSDB, à presidência. Mas o paranaense tende a apoiar a reeleição de Bolsonaro. Ambas as parlamentares integram a base do presidente na Câmara.

Anúncios