Outros três cascavelenses estão confirmados no Governo Ratinho

A composição definitiva do Governo Ratinho Junior só se dará lá pelo fim de janeiro ou início do fevereiro, uma vez que muitos cargos ainda dependem da aprovação da reforma administrativa a ser votada pela Assembleia Legislativa daqui a três semanas, mas as funções mais estratégicas já estão quase todas preenchidas. As informações são do Alerta Paraná.

Depois de definir o primeiro escalão, no qual Cascavel foi contemplada com três cargos (Jorge Lange na Cohapar, Cláudio Stábile na Sanepar e Valdemar Bernardo Jorge na Secretaria de Planejamento), o futuro governador já começou a preencher o segundo escalão, mais especificamente os cargos da estrutura atual que serão mantidos – inúmeros serão extintos ou alterados dentro do projeto de enxugamento da máquina, que reduzirá o número de secretarias de 28 para apenas 15.

E mais três cascavelenses foram confirmados neste fim de semana. Desses, apenas o nome do vereador Gugu Bueno já foi anunciado oficialmente para ocupar a Articulação Regional, uma das três supeintendências a serem criadas para dar suporte ao secretário Guto Silva na Casa Civil, pasta que incorporará várias novas atribuições com a reforma administrativa. Com isso, o suplente Rafael Brugnerotto assumirá uma vaga na Câmara

GONÇALVES E DILLENBURG

Os outros dois cascavelenses já com presença garantida no futuro Governo do Paraná, mas cujo anúncio oficial ainda não foi feito, são o engenheiro civil André Luís Gonçalves para a presidência da Ferroeste em substituição a Ricardo Soares Martins e o ex-secretário municipal Fernando Dillenburg (foto) para a superintendência regional do Paraná Cidade no lugar de Mauricio Theodoro.

O nome de André, ex-presidente da Aeac (Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Cascavel), só foi definido ontem à noite, depois que o líder cooperativista Ibrahim Faiad, atendendo a um pedido de Ratinho Junior, obteve o aval da Acic, da Caciopar, das cooperativias e do Programa Oeste em Desenvolvimento.

Já o nome de Dillenburg, indicado por Leonaldo Paranhos, foi logo acatado pelo futuro governador diante da vasta experiência acumulada na gestão pública como secretário não só do prefeito atual, mas também dos ex-prefeitos Salazar Barreiros e Lísias Tomé.

E o professor e suplente de vereador Nilso Santelo, atual diretor-auxiliar do CEEP (antigo Colégio Polivalente), já foi convidado e deve aceitar o cargo de chefe do Núcleo Regional de Educação de Cascavel.

Em Curitiba, o também cascavelense Eder Bublitz vai continuar à frente da Ceasa atendendo a um pedido dos usuários da Central feito diretamente ao governador.

link matéria
https://www.alertaparana.com.br/noticia/3083/outros-tres-cascavelenses-estao-confirmados-no-governo-ratinho#

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem aí o comitê Lula/Ratinho Junior

Conforme antecipado pelo blog, lideranças sociais e partidárias devem aproveitar a isenção do governador Ratinho Júnior na disputa presidencial de 2022 para lançar o comitê Lula/Ratinho Júnior. Na manhã desta terça-feira (25), no Centro Cívico, uma primeira reunião informal reuniu filiados do MDB e PSB. a missão será alavancar o voto conjunto em Lula para presidente e em Ratinho Júnior para governador do Paraná.

A ideia do time é aglutinar, de forma independente, lideranças do PSB, PSD, PV, Rede, PCdoB e de outras legendas que devem fazer parte da coligação de Lula. No caso do MDB, apesar do partido ter lançado a candidatura da senadora Simone Tebet à presidência, no plano estadual sempre esteve próximo de Lula.

O time aposta em boa aceitação já que num passado distante Ratinho e Ratinho pai tiveram boas relações com Lula. Além disso, o ex-presidente está empatado em Curitiba com Bolsonaro e Moro, segundo pesquisa do IRG.

A decisão de Ratinho em manter-se neutro se dá pela profusão de candidatos ao Planalto em partidos aliados do governador. O PL com Bolsonaro e o Podemos e o Podemos com Sérgio Moro são apena dois dos partidos que apoiam Ratinho no plano estadual mas têm projetos nacionais isolados. Além disso, o próprio PSD, a que o governador é filiado, lançou a candidatura de Rodrigo Pacheco, ainda incerta.

Nem Ratinho Jr, nem o PT do Paraná participam das tratativas do “comitê Lula Ratinho”. O PT, inclusive, deve apoiar a candidatura de Roberto Requião ao Palácio Iguaçu.

Prefeito de Quedas do Iguaçu deixa a prisão, mas está proibido de ir a bares

Detido no sábado (22), por ter sido flagrado dirigindo embriagado após bater seu carro em uma moto em Guaratuba, no Litoral do Estado, o prefeito de Quedas do Iguaçu, Élcio Jaime (PSD), passou a noite na Delegacia de Polícia, mas hoje (23) foi libertado após pagar fiança.

O alvará de soltura emitido pela Justiça diz que se trata de liberdade apenas provisória, por hora, e o mais curioso: proíbe o prefeito de frequentar bares, boates e outros estabelecimentos do gênero pelo prazo de um ano. Além disso, diz que ele não poderá se ausentar da região de Quedas do Iguaçu por mais de oito dias consecutivos sem prévia autorização judicial.

Além de embriaguez ao volante, Élcio Jaime é investigado por lesão corporal culposa no trânsito, ameaça e desacato, pois de acordo com a Polícia Civil ele tentou coagir os agentes de trânsito que estiveram no local do acidente.

A Prefeitura de Quedas do Iguaçu, cidade do Sudoeste paranaense com quase 35 mil habitantes e distante pouco mais de 100 km de Cascavel, informou à imprensa que ele está de férias até 6 de fevereiro, e que o ocorrido foi possivelmente uma fatalidade. (Foto: Reprodução Facebook)