Arquivos

Categorias

MDB do Paraná oficializa neste sábado o 1º diretório MDB Afro do Brasil

MDB Afro do Paraná terá convenção neste sábado (12). É o 1º diretório estadual oficializado em todo o país. Presidente será Aloísio Nascimento.

MDB Afro do Paraná sai na frente com convenção neste sábado (12). É o primeiro diretório estadual oficializado.

Com a convenção marcada para este sábado (12), o MDB Afro do Paraná se tornará o primeiro núcleo afro do partido a ter diretório estadual oficializado. O ato contará com a presença da senadora Simone Tebet, pré-candidata do partido à presidência da República.

Até agora, a chapa Equidade – Um Brasil Diferente é Possível é a única inscrita para a convenção. Com isso, o cientista político Aloísio Nascimento deve ser eleito presidente do MDB Afro Paraná para os próximos dois anos.

Anúncios

Leia também

Com isso, o MDB do Paraná será o primeiro diretório estadual da legenda no país a ter um diretório oficializado do MDB Afro. Nos demais estados do Brasil o MDB Afro atua ainda com comissões provisórias.

“O MDB é o partido que apresentou o maior número de candidatos negros e pardos nas eleições de 2020 (19,6 mil candidaturas do total de 45 mil em todo o país), além de ter sido a legenda com maior número de prefeitos negros, com 234 eleitos. Mesmo assim, queremos promover a inclusão de negros e negras na politica”, diz Aloísio.

Anúncios

Segundo Aloísio a presença de Simone Tebet reforça o destaque dado pelo MDB aos núcleos e políticas publicas patrocinadas por eles. “A candidatura da senadora Simone tem a equidade social como pilar da campanha. Sua presença em nossa convenção e do MDB Mulher reforça esse posicionamento do partido”, diz.

Objetivos do MDB Afro

O advogado Gilmar Cardoso, que também faz parte da chapa e é pré-candidato a deputado federal, explica que o MDB Afro é um núcleo de apoio e cooperação, e tem como objetivo trabalhar políticas específicas de promoção da igualdade racial. “É dirigido por uma comissão composta de membros que se importam com a causa. Essa comissão executiva é encarregada de organizar e dar voz às ações e propostas da comunidade negra”, lembra.

Anúncios

Gilmar vai defender como bandeira do MDB Afro do Paraná, que pode ser levada para virar resolução do partido no âmbito nacional que a partir das próximas eleições a lei preveja, à exemplo da cota das mulheres, um percentual mínimo de candidaturas negras em cada partido, a serem definidas por óbvio em suas nominatas.

Negros são maioria da população, mas minoria na política

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 56% dos brasileiros se declaram pretos ou pardos. Apesar disso, a presença de negros nas casas legislativas e à frente do Executivo ainda é tímida. Nas eleições municipais de 2020, 32% dos candidatos vitoriosos para o cargo de prefeito se declararam pretos ou pardos. Houve um avanço em relação ao pleito municipal de 2016, quando 29% dos eleitos eram pretos ou pardos.

Anúncios

Nas eleições de 2018 para a Câmara dos Deputados, os homens negros corresponderam a 26% das candidaturas, mas receberam apenas 16,6% dos recursos oriundos dos partidos. As mulheres negras representavam 12,9% das candidaturas e receberam 6,7% dos recursos. Para garantir sua maior representatividade na política institucional, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou incentivos às candidaturas de pessoas negras nas eleições municipais de 2020. Os partidos foram obrigados a garantir a distribuição proporcional de verbas do fundo eleitoral a candidaturas de negros e negras.

A EC estabelece que os votos dados a candidatas mulheres e a pessoas negras serão contados em dobro para efeito da distribuição dos recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) – também chamado de Fundo Eleitoral – nas eleições de 2022 a 2030, destaca o advogado.

Anúncios