Marco das 3 Fronteiras terá atendimento ampliado na alta temporada

Turistas e moradores poderão viver a magia do Marco das 3 Fronteiras, o local mais charmoso de Foz do Iguaçu, durante todos os dias, das 14h às 21h, a partir da segunda-feira, 27 de dezembro, até o final de janeiro de 2022.

O atrativo também terá horário de atendimento especial na véspera do Natal e do ano-novo. Nesses dois dias, o restaurante Cabeza de Vaca não atenderá e o Marco abrirá das 14h às 18h. Já nos feriados, 25 de dezembro e 1º de janeiro, o Marco das 3 Fronteiras funcionará normalmente, das 14h às 21h.

Durante este período de funcionamento ampliado, as apresentações culturais do Marco, que homenageiam a história e a cultura da região, serão realizadas todos os dias, a partir das 18h30. O Restaurante Cabeza de Vaca também atenderá diariamente, das 14h às 22h, com a gastronomia singular dos três países e música ao vivo todas as noites.

Programe o seu passeio – Para aproveitar melhor o passeio, as entradas do Marco são vendidas com limitação e preferencialmente on-line, no site oficial: www.marcodastresfronteiras.com.br. Caso não consiga adquirir o ingresso virtualmente, há a opção presencial, na bilheteria, mediante disponibilidade na hora da visita.

Créditos das fotografias: Marcos Labanca

Central de Atendimento ao Visitante (WhatsApp): +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444)

Receba atualizações diárias sobre o funcionamento do Marco das 3 Fronteiras no Telegram: t.me/marco3fronteiras.

Serviço
Atendimento no Marco das 3 Fronteiras – alta temporada
De 27 de dezembro a 31 de janeiro de 2022: das 14h às 21h

Informações e ingresso on-line:
www.marcodastresfronteiras.com.br
contato@marcodastresfronteiras.com.br
(45) 3132-4416

Redes Sociais
Instagram: instagram.com/marco3fronteiras
Facebook: facebook.com/marco3fronteiras.brasil
Twitter: twitter.com/marco3fronteira
Telegram: t.me/marco3ronteiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Morre Elza Soares, aos 91 anos

Elza Soares morreu hoje, aos 91 anos, de causas naturais. A informação foi anunciada por meio do perfil oficial do Instagram da cantora. “A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo”, diz o texto assinado por Pedro Loureiro, Vanessa Soares, familiares e a equipe da cantora.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15h45 em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz a postagem.

 

Foto: reprodução

 

Itaipu investe R$ 2,7 milhões em melhorias no sistema penitenciário de Foz do Iguaçu

A Itaipu Binacional está investindo R$ 2.667.322,40 em melhorias no complexo penitenciário de Foz do Iguaçu. As obras utilizam parte da mão de obra dos próprios detentos, representando uma fonte de renda além da redução da pena pelos dias de serviço. O trabalho é feito pelas empresas Metrosul e Atlanta sob a coordenação da Divisão de Infraestrutura e Manutenção da Itaipu.

As obras foram iniciadas em outubro de 2021 e a entrega está prevista para abril de 2022. Elas são feitas em quatro unidades penais localizadas no Jardim Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, que, juntas, abrigam cerca de 2.600 apenados. A coordenação é do Departamento Penitenciário (DEPEN), órgão vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Paraná, por meio da Coordenação Regional de Foz do Iguaçu.

O trabalho mais complexo é executado na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (PEF), onde está sendo construída uma muralha de 400 metros de comprimento e seis metros de altura, além de quatro novas guaritas de controle, com oito metros de altura, todas ligadas à muralha. A unidade penal abriga mais de mil pessoas. No total, cerca de 20 detentos trabalham na obra.

Ao lado da PEF, na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu II (PEF II), que também abriga cerca de mil detentos, são feitas melhorias no sistema de segurança com a criação de uma nova central de monitoramento – CFTV, com câmeras e aparelhos televisivos, além do reforço no sistema de alarme.

Na Penitenciária Feminina de Foz do Iguaçu – Unidade de Progressão (PFF-UP), as obras incluem a construção de um novo centro administrativo, além de casa de apoio, enfermaria e reservatório de água. A unidade mantém 220 detentas em regime fechado, em cumprimento de pena. Em torno de oito pessoas trabalham nas obras.

Finalmente, na Cadeia Pública Laudemir Neves, que abriga 400 pessoas – quase em sua totalidade presos provisórios aguardando julgamento pelo Poder Judiciário, a melhoria é a construção de um novo reservatório de água. Em torno de seis apenados trabalham nas obras.

Gdia