Arquivos

Categorias

Ratinho aprova mais quatro unidades do projeto Meu Campinho, em Foz

Ratinho Junior autorizou a licitação de mais quatro unidades do projeto Meu Campinho em Foz do Iguaçu

Mais quatro campos tiveram a licitação aprovada por Ratinho Junior, no projeto Meu Campinho em Foz

O governador Ratinho Junior (PSD) autorizou a licitação de mais quatro unidades do projeto Meu Campinho em Foz do Iguaçu. Os equipamentos serão construídos nos jardins Jupira, Bárbara e São Roque e no Bubas, com um investimento previsto de R$ 1,3 milhão.

Leia também

Os campos terão grama sintética, alambrado, rede de cobertura em polietileno, estacas em concreto armado e traves com redes, entre outras benfeitorias. Os equipamentos, de acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Antonio Sapia, vão atender 10 mil moradores nos bairros onde serão instalados. “É uma conquista fantástica para a nossa cidade e as pessoas que residem nestas localidades”, disse.

Anúncios


Na avaliação do secretário, o projeto Meu Campinho será uma oportunidade de espaços apropriados para a prática esportiva. “Principalmente em locais onde o poder público somente agora estará chegando”, completou. Os recursos para implantação das quatro unidades foram viabilizados com d deputado estadual Hussein Bakri (PSD) e o deputado federal Fernando Giacobo (PL).


O governador Ratinho Junior (PSD) destacou que este tipo de estrutura esportiva “é fundamental para o desenvolvimento das  crianças”. “Grande parte das crianças fica menos tempo nas ruas ou na frente do computador, passam a praticar esportes e ter uma vida mais saudável”. 

Anúncios

Alcance

Ao todo, o governador autorizou 30 unidades do Meu Campinho. Além de Foz do Iguaçu, serão contempladas Alto Piquiri, Anahy, Barra do Jacaré, Cambará, Campo Bonito, Campo Mourão, Capitão Leônidas Marques, Pinhais, Renascença, São João, União da Vitória, Clevelândia, Contenda, Coronel Vivida, Flórida, Guapirama, Inácio Martins, Jesuítas, Manfrinópolis e Manoel Ribas.
O investimento total nesta etapa do programa é de R$ 8,1 milhões. Os recursos serão destinados por meio de transferência voluntária da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas “Ou seja, os valores não precisarão ser devolvidos aos cofres do Estado”, completou o governador.