Arquivos

Categorias

Jogos de azar: veja como votaram os deputados do Paraná

Governo aprova PL que legaliza jogos de azar no país

As opiniões sobre o projeto de lei que legaliza os jogos de azar no Brasil continuam dividas, na bancada paranaense tivemos 14 votos contrários e 12 favoráveis

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que legaliza os jogos de azar no País. O relator do projeto, deputado Felipe Carreras (PSB-PE), estabeleceu a criação de uma Cide-Jogos, com alíquota fixa de 17% sobre a operação das apostas. Além disso, a incidência de imposto de renda é de 20% sobre prêmios de R$ 10 mil ou mais.

A bancada paranaense ficou dividida na votação: 14 votos contrários e 12 favoráveis. A coluna não encontrou os votos de Gleisi Hoffmann (PT), Evandro Roman (Patriotas), Ricardo Barros (PP), líder do governo no legislativo, e Sargento Fahur (PSD). Isso quer dizer que os três se abstiveram ou não votaram na sessão.

Anúncios

Leia também

A favor e contra

O PT votou contrário e se aliou com a bancada bolsonarista que rachou na votação. Votou não: Aliel Machado (PSB), Aline Sleutjes (União), Aroldo Martins (Republicanos), Christiane Yared (PL), Diego Garcia (Podemos), Enio Verri (PT), Felipe Francischini (União), Filipe Barros (União), Gustavo Fruet (PDT), Leandre (PV), Luiz Nishimori (PL), Luizão Goulart (Republicanos), Paulo Martins (PSC) e Zeca Dirceu (PT).

Favoráveis ao projeto: Giacobo (PL), Hermes Frangão Parcianello (MDB), Luciano Ducci (PSB), Luisa Canziani (PTB), Osmar Serraglio (PP), Pedro Lupion (União), Rossoni (PSDB), Rubens Bueno (Cidadania), Sergio Souza (MDB), Stephanes Junior (PSD), Toninho Wandscheer (Pros) e Vermelho (PSD).

Anúncios

A Câmara dos Deputados rejeitou sete destaques e concluiu a votação do projeto de lei. A proposta segue para análise do Senado. No entanto, o líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetará o projeto se ele for aprovado pelo Senado.