Arquivos

Categorias

Governador repassa R$ 1,6 milhão para a saúde de Foz do Iguaçu

Ratinho repassa 1,6 milhões para a saúde em foz

O Governador Ratinho Junior autorizou repasse de 1.6 milhão para investimentos na área de saúde pública

O governador Ratinho Junior autorizou nesta quarta-feira, 9, o repasse de R$ 1.656.087,90 para a saúde pública de Foz do Iguaçu. Os recursos incluem R$ 750 mil em apoio na construção de uma unidade básica de saúde, R$ 170 mil para compra de uma ambulância de suporte básico e mais R$ 736.087,90 para auxílio nas despesas de custeio dos serviços de média e alta complexidade.

Leia também

“O governador Ratinho Junior tem nos apoiado muito. Esses recursos são importantes e é mais uma ajuda nessa fase de recuperação da saúde que passou pela maior crise sanitária dos últimos 100 anos”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

Anúncios

No caso da UBS, Chico Brasileiro adiantou que os recursos (R$ 750 mil) vão contribuir para construir uma unidade de saúde em local a ser definido. O custo da obra de uma obra padrão gira em torno de R$ 2 milhões.

No total, o governador Ratinho Junior e o secretário Beto Preto (Saúde) autorizaram o repasse de R$ 250 milhões às 399 cidades paranaenses para áreas de atenção básica, urgência e emergência e atendimento ambulatorial especializado. Os recursos servirão para compra de veículos para transporte de pacientes, ambulâncias, obras de reforma, construção e ampliação de unidades de saúde e hospitais. .

Anúncios

Regionalização

Do montante, R$ 61 milhões serão para compra de 300 ambulâncias, R$ 300 mil em ambulância tipo lancha, R$ 170 mil para caminhonete e quatro motos, R$ 640 mil em dois micro-ônibus, R$ 16,9 milhões em 39 ônibus, R$ 47,4 milhões em 274 vans, R$ 2,8 milhões em 44 veículos, R$ 2,2 milhões em cinco obras em hospitais, R$ 81,2 milhões para 338 obras em UBS, e mais R$ 32 milhões de repasse para despesas de custeio na saúde 399 cidades. 

“É o maior investimento da história em saúde. De maneira definitiva, estamos regionalizando  atendimento, investindo nos bairros das cidades. A pandemia nos ensinou que sem saúde pública a sociedade fica disfuncional. Queremos deixar um legado para o Estado. E nada melhor do que usar os recursos públicos para investir na proteção dos paranaenses”, disse o governador Ratinho Junior.

Anúncios

Os R$ 32,7 milhões para os fundos municipais de saúde servirão como ampliação de teto financeiro de média complexidade ambulatorial. Como trata-se de recurso temporário não há necessidade de ampliar os serviços, podendo ser objeto de gasto para quaisquer ações, desde que seja parao custeio dos serviços de média e alta complexidade.