Frente Parlamentar cobrou agilidade na vacinação no Paraná

A cobrança pela agilidade na imunização dos paranaenses marcou os trabalhos da Frente Parlamentar de Combate ao Coronavírus no primeiro semestre do ano na Assembleia Legislativa. Em reuniões com especialistas, pesquisadores e gestores públicos, o grupo manifestou o desejo da população para que a vacinação ocorresse o quanto antes, com maior rapidez.

“Como já prevíamos no relatório da Frente Parlamentar em dezembro passado, este primeiro semestre seria marcado pela chegada da tão esperada vacina. E não foi diferente, após a nossa cobrança, o Estado elaborou um plano de imunização e organizou uma boa logística para distribuir as doses. Além disso, formalizou memorandos de intenção de compra de vacinas, como também havíamos recomendado”, afirma o deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da frente.

Michele Caputo se refere ao aumento significativo das internações durante o mês de março, alertado pelo secretário estadual da Saúde, Beto Preto e debatido pela frente parlamentar. “Por isso, atuamos para tentar contribuir com o Estado propondo estratégias para atenuar a circulação do vírus. Destaque para o pedido que fizemos para suspender a retomada das aulas em modelo híbrido, a adoção de medidas restritivas de âmbito regional e a liberação da vacinação das gestantes e puérperas”, afirma o parlamentar.

O reforço das ações de fiscalização das atividades que foram consideradas essenciais e mantiveram o trabalho presencial também foi tema de discussão do colegiado que cobrou atualizações nos protocolos sanitários para proteger os trabalhadores da indústria e empresas. Especialistas falaram do fornecimento de máscaras adequadas, o maior número de testagem, além da revisão das regras no transporte coletivo.

Ainda em março, a Frente Parlamentar do Coronavírus enviou requerimento ao Ministério da Saúde pela ampliação da participação do Brasil no consórcio global Covax Facility, uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em parceria com a ONU, para aquisição e desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19. A reunião contou com a presença da vice-diretora geral da OMS, Mariângela Simão.

Futuro

A expectativa da Frente Parlamentar do Coronavírus é entrar em uma nova etapa durante o segundo semestre de 2021. “A partir de agora, com o avanço da vacinação, vamos centrar nossos esforços para elaborar uma proposta de plano de retomada das atividades, com protocolos de segurança para identificação e isolamento rápido de possíveis casos”, afirma Michele Caputo.

“Para isso, estamos conhecendo estratégias municipais, estaduais e também de outros países, sobretudo com a utilização do teste rápido de antígeno para este controle”, explica o coordenador do grupo que conta com 31 deputados e deputadas.

Além do deputado Michele Caputo, integram a Frente Parlamentar os deputados: Alexandre Amaro (Republicanos), Arilson Chiorato (PT), Boca Aberta Júnior (Pros), Cristina Silvestri (CDN), Delegado Fernando Martins (PSL), Delegado Francischini (PSL), Do Carmo (PSL), Douglas Fabrício (CDN), Dr. Batista (DEM), Emerson Bacil (PSL), Evandro Araújo (PSC), Gilson de Souza (PSC), Goura (PDT), Homero Marchese (Pros), Delegado Jacovós (PL), Luciana Rafagnin (PT), Luiz Claudio Romenalli (PSB), Luiz Fernando Guerra (PSL), Mabel Canto (PSC), Maria Victoria (PP), Mauro Moraes (PSD), Nelson Luersen (PDT), Paulo Litro (PSDB), Professor Lemos (PT), Rodrigo Estacho (PV), Soldado Fruet (Pros), Subtenente Everton (PSL), Tercílio Turini (CDN) e Reichembach (PSC).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PDT admite que “palanque duplo” com Lula será inevitável

Chefes do PDT presentes na convenção que lançará oficialmente Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República já admitem que a sigla terá vários “palanques duplos”. Ou seja, candidatos que dividirão apoio entre o escolhido pedetista e Lula, o favorito até o momento para as eleições de 2022.

O principal nome da sigla que deverá estar em palanques de Ciro e Lula é o senador Weverton Rocha (MA). Ele deverá ser candidato ao governo do Maranhão e terá permissão da direção da legenda para estar ao lado do candidato do PT.

Leia mais em Metrópoles

Secretaria de Turismo leva marca do Destino Iguaçu para feira de turismo em Madri, na Espanha

Além de estreitar laços com o mercado europeu, a participação no evento visa apresentar Foz como um destino cada vez mais diversificado e preparado

A Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos retomou as ações de promoção internacional do Destino Iguaçu em 2022. A pasta está representando o turismo de Foz do Iguaçu na Feira Internacional de Turismo de Madri (Fitur), na Espanha, que começou no último dia 19 e vai até 23 de janeiro.

O Destino Foz do Iguaçu é coexpositor no estande do Brasil, desenvolvido e organizado pela Embratur. A servidora Célia Andrade é a encarregada de apresentar os atrativos da cidade e destacar como Foz mantém um protocolo seguro contra o coronavírus, com todas as medidas necessárias sendo adotadas.

Outro importante objetivo é retomar e atualizar a rede de contatos, aproximando Foz do Iguaçu dos compradores internacionais de turismo da Europa. A cidade também conta com Eduardo Prinz, representante do Visit, que busca também fortalecer e potencializar as ações da gestão integrada do turismo de Foz do Iguaçu.

Os contatos durante o evento atendem diversas demandas do mercado, principalmente ao de atualizações junto aos DMCs (operadoras) no estande do Brasil, buscando informações e atualização. Um dos exemplos são os procedimentos de fronteira e trânsito de turistas entre Brasil e Argentina, atualização sobre novos atrativos, restaurantes, estrutura, serviços turísticos, documentação e atestados sanitários necessários para a entrada no Brasil, bem como informações gerais a respeito da recuperação do turismo nos dias atuais.

A Fitur abre o calendário anual de feiras de turismo no mundo, com 69 mil m² de exposição, distribuídos em sete pavilhões. A capital espanhola também é a sede da Organização Mundial de Turismo.

Parcerias europeias

Durante os dois primeiros dias de evento, além dos atendimentos do estande, Foz do Iguaçu teve a oportunidade de capacitar agentes de viagem, ao realizar uma apresentação do Destino Iguaçu.

Também pôde estabelecer diálogo com o departamento de marketing da Embaixada do Brasil em Madrid, com a finalidade de oportunizar disseminação de Informações pelos canais oficiais e fortalecer o relacionamento com a Embaixada, para atuar em futuras ações de promoção em parceria.

O secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, conta que a participação de Foz neste evento é essencial para que a cidade se posicione como um destino turístico mundial.

“Mesmo enfrentando uma nova onda de casos de Covid no país, seguimos todos os protocolos sanitários necessários e incentivamos a vacinação em massa. A participação de Foz do Iguaçu na feira em Madrid faz parte de uma avaliação da pasta, para termos um retorno positivo para o turismo da cidade”, ressalta Angeli.