Arquivos

Categorias

Em dezembro, hotéis de Foz têm melhor ocupação em 12 anos

Em dezembro, hotéis de Foz têm melhor ocupação em 12 anos No mês de dezembro, os hotéis de Foz do Iguaçu tiveram a melhor ocupação dos últimos 12 anos da série de levantamentos iniciados em 2000 pela Secretaria de Turismo. A média, entre as sete categorias pesquisadas (conforme o valor das diárias), ficou em 67%, superior inclusive a 2018 e 2019 (64,8% e 63,3%), anos com recordes na visitação turística na cidade.

No mês de dezembro, os hotéis de Foz do Iguaçu tiveram a melhor ocupação dos últimos 12 anos da série de levantamentos iniciados em 2000 pela Secretaria de Turismo. A média, entre as sete categorias pesquisadas (conforme o valor das diárias), ficou em 67%, superior inclusive a 2018 e 2019 (64,8% e 63,3%), anos com recordes na visitação turística na cidade.

A ocupação de Natal e Ano Novo chegou a 100% nos hotéis com diárias entre R$ 501 e R$ 600, 80% e 97% (diárias entre R$ 401 e R$ 500), 85% e 94% (R$ 201 e R$ 300), 60% e 89% (acima de R$ 601), 60% e 80% (de R$ 100 a R$ 200), 60% e 79% (pousadas), 77% e 78% (diárias entre R$ 301 e R$ 400) e 38% e 58% (diárias até R$ 99).

Anúncios

“É surpreendente o nível de ocupação que chegou os hotéis de Foz do Iguaçu, e apesar de poucos feriados e com esse anticlímax da terceira onda da covid, esperamos em 2022 ainda mais profícuo na ocupação, visitação e na movimentação do setor em Foz do Iguaçu”, disse o secretário Paulo Angeli (Turismo, Projetos Estratégicos e Inovação).

“O turismo movimenta toda uma cadeia produtiva, ou seja, é a nossa principal matriz econômica. É a renda e o emprego garantidos para diversas categorias de trabalhadores que fazem esse dinheiro circular no comércio, nos bairros, e em outros segmentos de serviços. Eu tenho a absoluta certeza que 2022 será melhor que 2021 e 2020, e a cidade entrará em novo ciclo de desenvolvimento”, disse o prefeito em exercício de Foz do Iguaçu, delegado Francisco Sampaio.

Anúncios

Nova cota e novos atrativos
O prefeito em exercício também aponta a nova cota de compras (US$ 500 em Ciudad del Este e em Puerto Iguazu e mais US$ 500 nas lojas francas) como mais um grande potencial da atração turística.

“O turismo rodoviário pela BR0-277 e os visitantes do Paraguai e Argentina devem incrementar o movimento nesta alta temporada. Isso, além de novos atrativos, como a Roda Gigante, que vai ampliar a permanência do turista em pelo mais dois dias em Foz do Iguaçu”.

Anúncios

A ocupação de dezembro só é menor aos meses de janeiro de 2020 (73,2%) e 2019 (71,2%) e de julho (71%) de 2019, portanto, é a melhor média em praticamente dois anos. A rede hoteleira de Foz do Iguaçu tem mais de 30 mil leitos distribuídos em 180 hotéis, hostals e pousadas.

PMFI

Anúncios

Foto: Marcos Labanca