Arquivos

Categorias

Dono do Madero, o das “7 mil mortes por covid”, vai ganhar título no Paraná

O título foi proposto pelo deputado estadual Plauto Miró Guimarães (DEM), na Assembleia Legislativa
O dono do Madero Junior Durski – aquele para quem o Brasil não poderia parar "por 5 ou 7 mil mortes" da covid19, –  pode virar cidadão benemérito do Paraná.
Dono do Madero, Junior Durski pode virar cidadão benemérito do Paraná. Proposta é do deputado Plauto MIró.

O empresário Junior Durski – aquele para quem o Brasil não poderia parar “por 5 ou 7 mil mortes” da covid19, –  pode virar cidadão benemérito do Paraná. O título foi proposto pelo deputado estadual Plauto Miró Guimarães (DEM), na Assembleia Legislativa, e deve ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

A distinção é concedida a cidadãos nascidos do estado e que tenham atual em prol do Paraná ou se destacado em suas funções. Tem de ser aprovado pela maioria dos 54 deputados estaduais.

Anúncios

Recuperação judicial e polêmica

Em março de 2020, no início da pandemia de Covid-19 , o Durski minimizou o potencial letal do coronavírus . Segundo ele, o Estado não deveria parar a economia para frear a disseminação da doença porque “5 ou 7 mil pessoas vão morrer”. Desde então, foram mais de 600 mil mortes no país, sendo 41 mil apenas no Paraná. Durski é um dos empresários que apoia veementemente o presidente Jair Bolsonaro.

Antes da pandemia, a expectativa do Madero abrir ações na bolsa de valores e inaugurar mais de 700 unidades. Durski chegou a ter como sócio o apresentador Luciano Huck. Porém, as coisas desandaram. Segundo o site econômico Bloomberg, as dívidas de curto prazo com bancos saltaram de R$ 349 milhões em 31 de dezembro de 2020 para R$ 667 milhões em 30 de setembro de 2021 – crescimento de 91%. Além de empréstimos e financiamentos, as despesas com fornecedores, obrigações sociais e tributárias vencidas ou com vencimento nos próximos 12 meses atingem R$ 1,023 bilhão (alta de 49,6% em relação a dezembro). Em linguagem contábil, essas despesas compõem o passivo circulante.

Anúncios

Leia também

No dia 3 de outubro passado, o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, publicou uma nota em que afirma que o Madero estaria considerando ingressar com um pedido de recuperação judicial. Em documento protocolado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a empresa negou veementemente a informação, que classificou como “absolutamente infundada”.

Fábrica do Madero em Ponta Grossa

O Madero conta com uma grande fábrica em Ponta Grossa, cidade de Plauto. O investimento para construção, em 2015, foi de R$ 40 milhões e teve o incentivo da prefeitura, que doou uma área no Distrito Industrial para viabilizar a ampliação contando com a contrapartida do investimento e da geração de novas vagas de emprego. Cerca de 90% dos alimentos consumidos nas unidades do Madero são produzidos na cidade.

Anúncios

Quem é Júnior Durski

Natural de Prudentópolis, Júnior Durski é conhecido por ser dono da rede de restaurantes Madero. Ele chegou a ser vereador na cidade natal com 20 anos, mas se desencantou com a política e foi para o ramo madeireiro, como o pai e o avô. Anos depois, investiu na cozinha, abrindo os restaurantes Durski, de comida polonesa e ucraniana, e logo depois o Madero, de hambúrguer. Hoje, além do Madero, está à frente das redes Jerônimo e Dundee, que juntas somam mais de mais de 250 restaurantes.