Arquivos

Categorias

Pela terceira vez, DER adia licitação da duplicação da Rodovia das Cataratas

Pela terceira vez, DER adia licitação da duplicação da Avenida das Cataratas

A nova data definida pelo DER, é no dia 24 de maio

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) adiou novamente a abertura dos envelopes das propostas que definirá a empresa/grupo que será responsável pela duplicação dos 8 quilômetros da Rodovia das Cataratas (BR-469) entre o trevo de acesso a Argentina e o portão do Parque Nacional do Iguaçu. Desta vez, a nova data é 24 de maio. O valor máximo da obra é estimado em R$ 186,9 milhões (70% dos recursos serão custeados pela Itaipu Binacional) e o prazo de execução é de 18 meses. 

Leia também

É o terceiro adiamento neste ano. O DER-PR justifica que o edital da licitação foi rerratificado com alterações em quantidades e aspectos técnicos dos projetos. “Por este motivo, o prazo de abertura de envelopes foi prorrogado para 24 de maio, garantindo às interessadas amplo período para preparem propostas adequadas às novas especificações”, diz em nota.

Anúncios

O DER-PR ainda não tem como quantificar, até agora, quantas empresas/grupos/consórcios vão participar do certame, já que tem a opção de protocolar as propostas poucos antes da sessão de abertura dos envelopes. A expectativa é assinar a ordem de serviço para obras ainda este ano.

Obras estruturantes

A duplicação da BR-469 faz parte das quatro grandes executadas em Foz do Iguaçu com aporte, quase integral, da Itaipu Binacional. No pacote estão a reforma e ampliação do aeroporto internacional das Cataratas; a construção da Ponte de Integração sobre o rio Paraná, ligando o Porto Meira à cidade paraguaia de Presidente Franco; e a pavimentação da Perimetral Leste, via que ligará as BR’s 277 e 469 pela região leste da cidade. Os investimentos passam de R$ 1 bilhão. A Itaipu está custeando também as obras de iluminação da BR-277 nos trechos urbanos de Foz, Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu.

Anúncios

A duplicação da Avenida das Cataratas inclui vias marginais, passeios, ciclovias, quatro viadutos e uma ponte, passa-faunas, iluminação central em LED na rodovia e ao longo dos passeios. A BR será duplicada em ambos os lados, com vias marginais de sentido único também nos dois lados da rodovia. Além da construção de um viaduto de acesso ao Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, uma nova ponte será executada sobre o rio Tamanduá, próximo ao trevo.

A rodovia  é a única via de acesso ao aeroporto internacional e às Cataratas do Iguaçu, além de concentrar a presença de empreendimentos de grande porte do setor de hotelaria e de eventos. A nova concessionária do Parque Nacional do Iguaçu pretende ampliar a visitação em até três milhões nos próximos cinco anos. Atualmente, nos dias de feriado, a rodovia enfrenta trânsito pesado para o acesso ao portão do parque

Anúncios