Copel encontra ‘gato’ elétrico em casa de vereador de Foz do Iguaçu

A Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) encontrou nesta terça-feira (29) um “gato” de energia elétrica na casa do vereador Beni Rodrigues (PSB) de Foz do Iguaçu, o Oeste do Paraná.

De acordo com técnicos da empresa, a ligação clandestina existe há pelo menos quatro anos, o que teria acumulado um rombo de aproximadamente R$ 9 mil.

Beni está no segundo mandato consecutivo e sempre figurou em questões polêmicas envolvendo o legislativo.

Ora por integrar a bancada de oposição, ora por ‘mudar’ repentinamente de lado na atuação parlamentar.

11 Comments

  1. Ei, este não é um daqueles vereadores dos três porquinhos? Claro, tá explicado,esta turma do Méc é assim mesmo.

    Cadê o Paulinho babaovo prá vir defender a turminha?

  2. E AÍ? SERÁ QUE A DONA COPEL LAVROU O BO CORRESPONDENTE CONTRA O VEREADOR MELIANTE?

    NÃO CONTENTE DE ROUBAR NA CÂMARA AGORA O “NOBRE” EDIL DEU DE ROUBAR CONTA DE LUZ? QUE VERGONHA “SEO” BENI, O QUE SEUS FILHOS VÃO FALAR NA ESCOLA, NO CLUBE, PRÁ NAMORADA, HEIN?

    MAS ENFIM, É O QUE O POVO QUE VENDE E TROCA VOTO POR QUINQUILHARIAS MERECE.

    1. rafael martins disse:e eu bdrganio com a copel porque nao consigo fazer baixa renda na minha conta. mas sou honesto nao vou roubar da copel, melhor dizer do povo, tenho serteza que alguem este1 pagando o q o senhorzinho beni fez ne9.

  3. Tem mais gatinhos entre os vereadores do PSB e PSC, inclusive tem gatinhos da Sanepar também na rua Golfinho, no Ouro verde (PSB. Vai um aviso para o pessoal da Copel e da Sanepar, tem miau por aí hein.

  4. É inacreditável .É só com a gente que acontece esses desvios de conduta.O camarada está lá para dar o exemplo para o povo, e, vejam só que tamanha burrice. Beni vá prá aquele lugar. André aquele…

  5. fala até papagaio fala, todos estao julgando ai sem ao menos saber a verdade!
    voceis sao todos um bando de invejosos, que nao tem o que fazer!
    e ficam comentando em um site de rico que diferencia o povo eleitor, seus cambudo de pau nu cu

  6. e eu brigando com a copel porque nao consigo fazer baixa renda na minha conta. mas sou honesto nao vou roubar da copel, melhor dizer do povo, tenho serteza que alguem está pagando o q o senhorzinho beni fez né.

  7. Além de furtar luz, não consegue dar educação para o filho, que sábado dia 08/09/12 as 4 da madrugada, bêbado,acordou o bairro jd Karla aos berros xingando a noiva e a família dela toda de fdp, é pra acabar mesmo, o cara não consegue nem segurar o filho como é que vai representar o povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copel Mercado Livre assina contrato para vender energia ao Porto de Paranaguá

A Copel Mercado Livre vai vender energia ao Porto de Paranaguá pelos próximos cinco anos. O suprimento prevê atendimento para as 5 unidades do Porto, iniciando em maio desse ano. A economia estimada é de R$ 10 milhões a R$ 13 milhões no período contratado, dependendo da bandeira tarifária vigente.

Além da mudança para o mercado livre, o Porto de Paranaguá escolheu a modalidade de “consumidor varejista” para simplificar todo o processo no mercado. Nesse modelo de contratação, a Copel fica responsável pela intermediação e pelas obrigações com a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica). Para o Porto de Paranaguá, isso significa a possibilidade de economizar nos gastos com energia e, ao mesmo tempo, dispensa a associação junto à CCEE, facilitando o processo.

“Esse contrato representa mais um passo importante em direção à realização de nossa estratégia de aproximação dos consumidores finais”, ressalta o diretor-geral da Copel Mercado Livre, Franklin Miguel. “Ganha o Porto de Paranaguá, que vai economizar energia, e ganha a Copel Mercado Livre, que amplia a receita com venda para os consumidores finais. Ganham também o Paraná e os paranaenses, com duas empresas mais eficientes.”

De acordo com o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o contrato com a Copel mostra a busca pela eficiência das Diretorias Administrativa e Financeira e de Engenharia e Manutenção com a economia e modernidade. “Esse processo de compra de energia significa o esforço da nossa equipe em busca de inovações, o contrato vai trazer economia e este dinheiro economizado a gente pode aplicar em outros projetos e melhorias”, destaca.

Maior porto graneleiro do Brasil e o terceiro maior do país, o Porto de Paranaguá é mais uma estatal paranaense que optou por comprar energia no ambiente de contratação livre. Em 2020 o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) assinou contrato com a subsidiária da Copel. No ano passado, a Copel também comercializou energia no mercado livre para a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná. 

Criado em 1935, o Porto atualmente é administrado pela Portos do Paraná, empresa pública estadual subordinada à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, com convênio de delegação junto ao Governo Federal.

PIONEIRA – A Copel foi pioneira no mercado livre ao criar uma comercializadora de energia e ser a primeira a vender energia para consumidores livres em 1995, mesmo ano de criação do mercado livre de energia no Brasil. A Copel Mercado Livre foi criada em 2016, para oferecer mais economia e tranquilidade para clientes de todas as regiões do país. 

Hoje, a subsidiária é a quarta maior do país em volume de energia comercializada nesta modalidade. “O nosso objetivo é simplificar todo o processo do mercado livre para nossos clientes. Queremos que ele tenha os benefícios da economia sem se preocupar com mais nada”, destaca Franklin Miguel.”

Agora, a Copel Mercado Livre se prepara para atender a consumidores de energia de todos os segmentos. Para isso, a subsidiária está promovendo a digitalização dos seus processos. A expectativa é que até o final de 2021 a empresa seja 100% digital, facilitando a prestação de serviços aos consumidores finais.

“Estamos ampliando a comercialização de energia na modalidade varejista, por acreditarmos nessa tendência de simplificação do processo para os consumidores que almejam a economia do mercado livre, sem a burocracia da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica”, acrescenta o diretor. 

A subsidiária também pretende diversificar sua atuação, entrando no mercado livre de gás natural, geração distribuída, certificados de energia renovável e eficiência energética. A ideia é ter uma carteira de produtos e serviços para todos os tipos de consumidores, dos pequenos aos grandes consumidores de energia elétrica e gás natural.

AEN

“Estamos voltando ao normal, graças a Deus”, diz Chico Brasileiro

O prefeito Chico Brasileiro(PSD) destacou nesta terça-feira, 13, o empenho de todos os segmentos, entidades e organismos na retomada da atividade turística constatada com os números de visitações nos principais atrativos de Foz do Iguaçu neste final de semana e segunda-feira, 12. “Estamos voltando ao normal, graças a Deus. Agimos com responsabilidade e com apoio de todos os setores, já se constata que os números de visitas no feriadão foram muito bons e mostram essa retomada”, disse Brasileiro.

“Em especial, agradecemos a Itaipu Binacional, que está com uma campanha forte para trazer de novos os turistas, Conselho Municipal de Turismo, Instituto Visit Iguassu, Acifi e todos os profissionais, empresas e trabalhadores do setor que se empenharam fortemente para este novo momento”, completou Brasileiro.

Os próximos feriados e as festas de final de ano – natal e ano novo -, a expectativa é ampliar as visitações também sinalizada com a reabertura das pontes da Amizade (fronteira com o Paraguai) e da Fraternidade (Argentina). Números levantados pela Itaipu Binacional apontaram que os quatro principais atrativos registraram mais de 28 mil visitantes no feriadão, um aumento de 61% sobre a movimentação no último feriado prolongado, de 7 de setembro

“Vem para Foz”

A Itaipu credita grande parte do aumento da visitação à campanha “Vem pra Foz” desenvolvida pela binacional com apoio do trade turístico. No feriado de 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, os quatro principais atrativos (Parque Nacional Iguaçu, Parque das Aves, Itaipu e Marco das Três Fronteiras) registraram, juntos, 28.348 visitantes de sábado (10) a segunda-feira (12), um aumento de 61% sobre o último feriado, quando registraram 17.886 turistas.

No parque nacional, foram 11.844 visitantes contra 7.289 de 5 a 7 de setembro. Na mesma comparação, o Parque das Aves recebeu 7.512 turistas, contra 4.105 no feriado anterior. Na Itaipu, aumento de 3.800 para 4.717. E, no Marco das Três Fronteiras, de 2.692 para 4.275. 

Pelo perfil dos visitantes observado tanto nas Cataratas do Iguaçu como na Itaipu, a maioria dos turistas é da região ou do Paraná, público que corresponde ao foco da campanha “Vem pra Foz”. “Foz do Iguaçu se preparou para receber o turista com segurança, e o movimento crescente é sinal de que o público está respondendo e contribuindo com a retomada gradual da economia regional. Foz oferece opções turísticas ao ar livre, de contato com a natureza, que são bastante indicadas para o momento pós-pandemia”, afirmou o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Próximo feriado – Com os bons resultados obtidos neste último final de semana, a expectativa é de uma movimentação ainda maior no próximo feriado, no dia 2 de novembro, que também cairá em uma segunda-feira. “O brasileiro demonstrou que está ansioso para viajar, e a cidade mostrou que está preparada para receber. Estamos todos de parabéns. É o turismo alavancando a retomada econômica com responsabilidade”, acrescentou o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Paulo Angeli. 

Lançada no final de agosto e produzida pela Itaipu Binacional, a campanha teve como foco inicial o estímulo ao turismo regional e, a partir da segunda fase, iniciada em setembro, conta com o aplicativo Foz com Desconto, uma plataforma para a venda de atrativos, produtos e serviços com condições especiais. Além do Comtur, outras instituições locais como o Instituto Visit Iguassu e a Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) fazem parte da iniciativa.

“A campanha ‘Vem pra Foz’ e o aplicativo Foz com Desconto demonstram efetividade comprovada pelo crescimento do número de visitantes neste feriado de outubro, e deverá  ampliar o movimento no feriado de Finados, inclusive reiniciando a demanda do turismo receptivo, com a implementação dos novos voos para o Destino”, concluiu o presidente do Visitors Bureau, Felipe Gonzalez.